Acusada no assassinato de médico vai a júri popular na próxima semana

Divulgação

Francisco Freire foi executado com cinco tiros

Será julgada na próxima segunda-feira, 15, a autora intelectual do assassinato do médico endocrinologista, Francisco Freire, 54 anos, executado com cinco tiros, na porta da casa da mãe, na Rua Formosa, no bairro do Prado.

O crime ocorreu em junho de 2007 e somente agora deve ter um desfecho. Em setembro de 2014, o autor material do crime, Aldreis dos Santos Oliveira, foi condenado a 22 anos e cinco meses de reclusão, no entanto, legando que a sentença merecia ser revista, a defesa do réu ingressou com revisão criminal no TJ/AL.

Dois anos depois, o Pleno deu parcial provimento ao recurso e redimensionou a pena para 19 anos, acompanhando por unanimidade o voto do relator, desembargador Otávio Leão Praxedes.

O crime chocou Alagoas. Os criminosos, dois homens em uma motocicleta, mataram o médico na frente de sua mãe. Francisco era perito do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), em São Miguel dos Campos. À época o médico estava separado.

O júri popular está marcado para 13 horas do dia 15, no Fórum do Barro Duro.

Confira o Arquivo do Caso

Delegada fala sobre morte de médico assassinado no Prado

Médico é assassinado a tiros no bairro do Prado

Veja Mais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações