Mudanças disciplinares da Fifa: árbitros podem suspender partidas em casos de racismo

Getty Images

A Fifa aprovou nesta quinta-feira (11), um novo código disciplinar criado pelo diretor jurídico da instituição, Emilio Garcia Silvero. O documento permitirá que os árbitros suspendam ou cancelem um jogo devido incidentes racistas.

O código foi desenvolvido com a participação de seis confederações e, segundo a Fifa, está melhor estruturado, mais claro, conciso, transparente e incorpora modificações inovadoras no contexto dos procedimentos disciplinares.

A Fifa ainda assegura que o objetivo do projeto é estar à frente de violações dos direitos humanos: “A discriminação não tem lugar no futebol e a FIFA não hesitará”, disse em nota.

Confira os pontos mais importantes relativos às sanções por discriminação descritas no código:

  • A definição e o conteúdo de nossa visão anti-racista e antidiscriminação estão totalmente alinhados com os mais altos padrões internacionais, incluindo o julgamento de qualquer discriminação por motivo de raça, cor da pele, origem étnica, nacional ou social, gênero, deficiência, orientação sexual, língua, religião, opinião política, condição financeira, nascimento ou qualquer outra condição por qualquer outra razão;
  • Como regra geral, uma partida será automaticamente cancelada se o árbitro decidir deixa-lá depois de ter aplicado o procedimento de três etapas para incidentes discriminatórios;
  • Para os reincidentes envolvidos em incidentes racistas ou discriminatórios, as medidas disciplinares incluem agora a implementação de um plano de prevenção para promover a educação sobre diversidade e combater a discriminação no futebol.
  • Além disso, o Comitê Disciplinar da FIFA poderá permitir que a vítima faça uma declaração e participe do processo.

Além disso, pela primeira vez, casos de dopagem e manipulação de resultados de partidas serão abertos ao público se ambas partes envolvidas permitirem. Na busca por maior transparência, será criado um site (legal.fifa.com) contendo as principais decisões aprovadas pelos órgãos judiciais da Fifa e outros recursos legais úteis. A previsão para o lançamento do site é para o último trimestre de 2019.

Fonte: Terra

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações