Família de empresário preso denuncia extorsão em seu nome

A família do empresário Hugo Acioly de Melo, responsável pela Maceió Import, preso em cumprimento a mandado durante a Operação Fruto Proibido, deflagrada na semana passada pelo Ministério Público Estadual, denuncia que golpistas estão utilizando uma linha telefônica clonada para pedir dinheiro em nome do empresário.

Os suspeitos estariam utilizando uma linha clonada, com a foto do empresário, para pedir dinheiro a uma lista de amigos. Um dos conhecidos chegou a cair no golpe e fez um depósito na conta bancária solicitada pelos estelionatários. Segundo a família, o caso será levado à Polícia Federal.

Em uma das mensagens, uma pessoa se passando por Hugo alega que precisa fazer uma transferência bancária imediata de R$ 1.200, mas o limite diário tinha excedido. O falso empresário solicita, então, que o conhecido faça a transação sob a promessa de que, no dia seguinte, o dinheiro seria devolvido. A conta informada para depósito era em nome de Maria Cristiane, desconhecida da família.

O advogado Thiago Pinheiro, que atua na defesa do dono da Maceió Import, informou que todas as providências estão sendo tomadas no sentido de alertar a população para que se evite cair neste golpe. “O meu cliente é muito conhecido e tem muitos contatos de clientes. Vamos denunciar o caso à PF e estamos levando ao conhecimento da sociedade para que tome a precaução de não cair neste golpe”, resume. Pinheiro ainda classifica a prisão do seu cliente como “desnecessária”.

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações