Cerol rasga paramotor e piloto sofre queda livre durante voo

Reprodução/Praia Grande Mil Grau

Samu foi acionado e atendeu praticante de paramotor

Um praticante de paramotor caiu no meio da avenida da praia em Praia Grande, no litoral de São Paulo, após ter a corda do equipamento cortada por uma linha de cerol. Um vídeo obtido pelo G1 nesta terça-feira (22) mostra o momento em que a vítima é socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O homem não teve ferimentos graves.

Segundo testemunhas, o acidente ocorreu na praia do bairro Aviação durante o fim de semana. Banhistas passeavam pelo calçadão quando foram surpreendidos pelo homem que despencou com o paramotor no meio da Avenida Presidente Castello Branco.

“Eu vinha voando do bairro Boqueirão sentido Vila Tupi. Ao chegar em frente ao Campo da Aviação, tinha uma linha de pipa, que cortou a corda do lado esquerdo do equipamento e entrei em giro, tendo uma queda livre de aproximadamente cinco metros ”, conta o empresário Manuel Simplício, de 58 anos.

Ele caiu em uma área descampada e o Samu foi acionado para fazer o socorro da vítima. Segundo a equipe de resgate, o empresário teve ferimentos leves e foi encaminhado para o Hospital Irmã Dulce, onde recebeu atendimento e foi liberado.

Reprodução/Praia Grande Mil Grau

Paramotor sofre queda após ter corda cortada por linha de cerol em Praia Grande, SP

De acordo com Manuel, ele já é praticante de paramotor há mais de 15 anos e tem amigos que também sofreram acidente com o equipamento devido a linha de cerol. “É impressionante como ela tem um alto poder de cortar qualquer coisa. Como eu vinha em uma velocidade de aproximadamente 50 km por hora estragou o equipamento”, relata.

De acordo com a vítima, apesar do susto, ele teve apenas ferimentos internos nas costas e usará um colete protetor para a região durante três meses. “A proibição do cerol já é lei, mas está faltando uma fiscalização. Graças a Deus fui amparado, porque na altura que eu estava poderia ter acontecido um acidente fatal”, finaliza Manuel.

Em nota, a Prefeitura de Praia Grande informou que as equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) fazem patrulhamentos pela cidade, principalmente orla da praia e Via Expressa Sul, para orientar as pessoas sobre os cuidados ao brincar com pipas.

Nos casos em que é constatado o uso do ‘cerol’, o material é apreendido, já que na cidade há uma legislação que proíbe a comercialização e uso de linhas com cerol. As pessoas podem denunciar o uso e venda de linhas de pipa com cerol nos telefones 199 e 153.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações