Acusado de roubo tem arma tomada e é morto por filhos da vítima

Cortesia ao AL24h

Suspeito foi morto pelos filhos da vítima

A Polícia Militar divulgou nesta segunda (12) as informações sobre um crime registrado na manhã de ontem na estrada de acesso do Sítio Esporão, zona rural de Arapiraca, a 120 quilômetros da capital.

Segundo o 3º BPM, Erivaldo Vieira da Costa, de 49 anos, residente no Sítio Breu, seguia na companhia de três filhos, a pé, quando foi abordado por dois suspeitos em uma motocicleta que anunciaram o assalto.

A dupla de criminosos exigiu o celular da vítima, que entrou e luta corporal e foi alvejado com um tiro. Os filhos da vítima também se envolveram na confusão e tomaram a arma de um suspeito e efetuaram disparos contra os acusados, que ainda fugiram, mas um deles tombou alguns metros depois, com dois tiros na cabeça.

A vítima foi encaminhada ao Hospital de Emergência do Agreste e, segundo a polícia, nenhum dos filhos da vítima foi localizado, nem a arma de fogo. O suspeito morto foi identificado como Itauani Costa da Silva, de 23 anos. O segundo acusado conseguiu fugir.

 

Leia também

Empresária que teve dedos decepados não reconhece dupla presa em Arapiraca

‘Carona’ morre após moto colidir contra cerca em trecho da AL 482

Homem é executado a tiros em estrada vicinal

Colisão entre caminhão-guincho e carro de passeio deixa dois feridos

Veja Mais

2 Comentários

  • Jorge says:

    Essa é uma notícia boa. Só que bandidos são como erva daninha, sempre prosperando. Pra diminuir em 90% essa proliferação da bandidagem, só fazendo o mesmo que os nazistas fizeram na segunda guerra. Um extermínio….mas os direitos dos vagabundos e própria sociedade hipócrita são contras.

    • Tá vendo ainda? O filho da vitima ainda cairá numa enrascada jurídica, é fiança e a desgraça mais e pode ainda pegar uma cadeia nem que seje por pouquinho tempo. As leis do Brasil tá a favor do autor e do ato infracional por baixo de 7 paredões e 7 camuflagens que os idiotas povão não tem ideia nem por um fiozinho de cabelo. É pra vitima entregar o celular porque o assaltante tá fazendo o trabalho dele (não diz da boca p,ra fora) e a vitima vá na loja tirar outro celular como se nada houvesse acontecido porque o assaltante tá fazendo o trabalho dele. O assaltante tá certo e a vitima tá errada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações