Família é encontrada vivendo em árvore; Entenda!

Reprodução/TV Globo

Pertences de homem que montou uma casa numa árvore

O governo do RJ começou nesta segunda-feira (19) as operações da Marcha da Cidadania e Ordem, contra a desordem urbana.

A iniciativa mira, prioritariamente, usuários de drogas em situação de rua e o comércio irregular. Mendigos também serão retirados.

No Corte de Cantagalo, que liga Copacabana à Lagoa, a Marcha encontrou um homem dormindo no alto de uma árvore, onde construiu um barraco.

Com ele, agentes encontraram madeiras, um colchão, solvente e uma tesoura.

À polícia, o morador disse ser um marceneiro. Ele afirmou ter residência na Baixada Fluminense, mas optou por montar a casa na árvore para ficar mais perto de um possível emprego.

Mendigos em hotel

Equipes de diferentes secretarias e órgãos chegaram às 6h ao Jardim de Alah, na Zona Sul do Rio.

Moradores de rua que ocupavam as áreas públicas do jardim serão levados para o Centro de Triagem da Prefeitura do Rio, na Ilha do Governador, e abrigados em um hotel parceiro do governo estadual no Centro.

Nesta segunda, a Marcha fará a varredura na orla de Ipanema e no Arpoador.

“É uma demanda da sociedade pelo seu direito de ir e vir”, disse Cleiton de Souza Rodrigues, secretário de Governo e Relações Institucionais de Wilson Witzel.

“Vamos elaborar um plano para que esta ação aconteça todos os dias”, emendou o secretário.

Ação multidisciplinar

No início do mês, o Blog do Edimilson Ávila antecipou o projeto. Em entrevista ao Blog, Cleiton Rodrigues dera detalhes da Marcha e afirmara que a ação começaria pelo Jardim de Alah – como de fato aconteceu.

Participam das varreduras:

  • Secretaria Estadual de Governo e Relações Institucionais (Operações Segurança Presente);
  • Fundação Leão XVIII;
  • Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos;
  • Secretaria Estadual de Polícia Civil;
  • Secretaria Estadual de Polícia Militar;
  • Instituto Estadual do Ambiente (Inea);
  • Instituto de Pesos e Medidas (Ipem);
  • Secretaria Estadual de Saúde;
  • Fundação para a Infância e Adolescência (FIA);
  • Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais;
  • Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec);
  • Secretaria Estadual de Trabalho e Renda;
  • Secretaria Estadual de Educação;
  • Secretaria Estadual de Defesa Civil (Corpo de Bombeiros);
  • Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran);
  • Prefeitura do Rio de Janeiro (Comlurb, Guarda Municipal, Controle Urbano e Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos com as assistentes sociais);
  • Controladoria Geral do Estado (Ouvidoria e Transparência Geral do Estado).
Fonte: G1

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações