MST promove Festival de Cultura Popular na 20ª Feira da Reforma Agrária, em Maceió

Vinte anos de sucesso da luta pela terra serão marcados entre 4 e 7 de setembro na Praça da Faculdade, em Maceió. A 20ª Feira da Reforma Agrária é a expressão de uma estratégia coletiva feita pelos trabalhadores Sem Terra para alimentar o Brasil com comida saudável.

Serão quatro dias de celebração com grandes nomes da cultura popular, muito forró, patrimônios da cultura alagoana e uma grande atração nacional: o querido Odair José! Tudo de graça em praça pública.

Todos os dias de Feira, o Festival de Cultura Popular apresenta dois palcos com teatro, música, dança, cortejos. Sempre acompanhados pela Culinária da Terra.

O Palco da Praça Central terá a cerimônia de abertura da 20ª Feira da Reforma Agrária, na quarta-feira (4), e segue com atrações regionais e nacionais, como Zeza do Coco, Chau do Pife, Coletivo Afro Caeté, grupo Caçuá, Samba da Periferia, banda Nação Palmares, coco de roda, samba reggae e muito mais.

O Palco Raquel Xukuru-Kariri é um espaço dedicado a uma vivência militante da cultura popular, todas as tardes, incluindo linguagens diversificadas como teatro, performance, cordel e, claro, muita música. É o palco que recebe também a caravana de Sem Terrinhas, que participam da Feira para ver circo, teatro e contação de historias.

Raquel Xukuru-Kariri também é o nome da brigada de agitação e propaganda que divulga pelas ruas de Maceió a 20ª Feira da Reforma Agrária. A homenagem recorrente merece destaque, pela vida em luta da irmã de Maninha Xukuru-Kariri, Raquel, que cedo virou mártir da luta indígena e pela terra.

Fonte: Ascom MST

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações