Requerimentos pedem ao Município colocação de pontos de coleta para material reciclável na orla

Bienal e doação de órgãos também foram temas da sessão ordinária desta quinta-feira

Dicom / CMM

Sessão Ordinária

Dois requerimentos aprovados em sessão ordinária desta quinta-feira (12) na Câmara Municipal de Maceió pedem ao Executivo que instale dois pontos de entrega voluntária para material reciclável nas orlas de Pajuçara e Jatiúca. As duas iniciativas são do vereador Beto da Farmácia (PROS) e estiveram na Ordem do Dia de deliberações da Casa. Além dos dois, mais requerimentos e indicações foram apreciados pelos parlamentares. De autoria de Siderlane Mendonça (PEN), indicação para que a Prefeitura realize mutirão de limpeza e capinação no canteiro do Conjunto João Sampaio II, no Benedito Bentes.

Apresentadas pelo vereador Lobão (PR), indicações como pedido de manutenção da rampa de acesso para deficientes físicos do Terminal também do Benedito Bentes, assim como revitalização da quadra poliesportiva do Conjunto Virgem dos Pobres II, no Trapiche da Barra.

Já o vereador Samy Malta (PTC), líder do governo na Casa, teve indicação aprovada para que sejam providenciadas inclusões de faixa de pedestre no final da Avenida Comendador Leão e início da Avenida Dona Constança, no Poço.

Maria Aparecida (DEM) conseguiu aprovação, por meio de indicação, de recapeamento de várias quadras do Conjunto Denisson Menezes. Antônio Hollanda (MDB) também teve indicação aprovada para que o Executivo coloque asfalto na Quadra 13 do Conjunto Castelo Branco, em Jatiúca.

Durante a sessão desta quinta-feira, a Câmara fez um minuto de silêncio pelo falecimento do ex-vereador Dalton Dória. O ex-parlamentar foi ainda deputado estadual, secretário municipal de Cultura e advogado.

BIENAL E ÓRGÃOS – As sessões de quinta-feira estão sempre reservadas para que segmentos da sociedade utilizem a tribuna da Câmara para tratar de assuntos relevantes à comunidade. Desta vez, estiveram na Casa a coordenadora da Central de Transplantes de Alagoas, Daniela Ramos, e Adriana Manólio, da Edufal e da coordenação da 9ª Bienal do Livro de Alagoas. Daniela falou sobre a campanha de conscientização pela necessidade e importância da doação de órgãos como forma de salvar vidas, já que há uma fila de espera no Estado e as doações são consideradas baixas. “É preciso conscientizar para que os possíveis doadores avisem seus familiares sobre sua intenção em doar. Este tem sido um problema enfrentado, a resistência de parentes em permitir a retirada dos órgãos em tempo hábil, simplesmente porque o doador se esquece de avisar que aquele é seu desejo”, esclareceu.

Já Adriana usou a Tribuna para falar da nova edição da bienal que acontece de 1 a 10 de novembro no bairro de Jaraguá e pediu o apoio dos parlamentares, já que a Câmara Municipal de Maceió será um dos parceiros do evento.

Fonte: Dicom / CMM

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações