Deputado do PSL oferece R$ 10 mil a quem matar assassino de jovem

Um deputado estadual do PSL ofereceu R$ 10 mil, durante discurso na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, na quarta-feira (11), a quem matar um suspeito de assassinar uma jovem na região metropolitana da Grande Vitória. Capitão Assumção (PSL-ES) é representante da Polícia Militar na Assembleia Legislativa e está em seu primeiro mandato de deputado estadual.

“A jovem lá, quero ver quem vai correr atrás para matar esse vagabundo. R$ 10 mil daqui do meu bolso para mandar matar esse vagabundo”, disse Capitão Assumção (PSL-ES). O deputado ainda acrescentou: “Eu tiro do meu bolso para quem matar esse vagabundo. Não vale localizar o cara, tem que trazer morto”.

O assassinato da jovem aconteceu na mesma quarta-feira. Dois homens encapuzados invadiram a casa onde Maiara morava, e ela foi morta na frente da filha. Os criminosos estão foragidos.

Assumção divulgou em suas redes sociais o vídeo de sua fala, reforçando seu pensamento e desdenhando das críticas. “Ofereci 10 mil pela cabeça do bandido que matou a jovem. Imprensa me perguntou horrorizada se era isso mesmo. Falei: só tenho 10 mil. Se tivesse mais, eu dava mais”, escreveu.

A declaração foi repudiada pela Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do estado. Em nota, Flávia Brandão, diretora de Direitos Humanos da OAB-ES, considerou um grave retrocesso a posição do deputado. “De um representante do Poder Legislativo, espera-se mais responsabilidade, e não o incentivo à barbárie”, destacou. “O deputado deve primeiramente respeitar as leis e a justiça, além de trabalhar para aprimorar os mecanismos de segurança pública existentes.”

Fonte: Metropoles

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações