Bolsonaro diz que parte da ‘grande imprensa’ é inimiga

Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta sexta-feira (13) que “parte da grande impressa” é inimiga dele. “Enquanto lutamos entre nós o inimigo se fortalece. Não temos como agradar a todos, vasculham minha vida e de minha família desde 1988, quando me elegi vereador”, escreveu em redes sociais.

“Nossa inimiga: parte da GRANDE IMPRENSA. Ela não nos deixará em paz. Se acreditarmos nela será o fim de todos”, afirmou o presidente.

No Facebook, a postagem foi acompanhada de um vídeo que mostra dois animais selvagens, que se parecem com cervos, se engalfinhando, até que um predador se aproxima e ataca um deles.

Em outro texto o presidente criticou a revista Época por uma reportagem sobre a mulher do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho. Em mensagem nas redes sociais, ele escreveu que o conteúdo é o exemplo de uma “imprensa sem limites” e atacou nominalmente o autor do material, acusando-o de ter quebrado uma regra ética.

A reportagem publicada pela revista relata as conversas entre o repórter e a psicóloga e coach de carreira Heloísa Wolf Bolsonaro durante um mês no qual o jornalista foi aluno dela. “[Ele] fez sessões com minha nora Heloísa (psicóloga, esposa do Eduardo) e gravou tudo. O que deveria ficar apenas entre os dois, por questão de ética, agora vem a público”, criticou o presidente.

Eduardo afirmou em rede social que vai processar o jornalista autor da reportagem e “muito provavelmente a revista Época/Grupo Globo devido à divulgação deste notório crime contra minha família”.

“Será que os “profissionais” da @RevistaEpoca não pensaram que o público poderia se enojar deste tipo de “matéria”? Ou será que estão tão acostumados a ter esse tipo de conduta que imaginaram que este seria apenas mais um “artigo” para tentar denegrir minha família?”, questionou Eduardo no Twitter.

Em nota pública, o Palácio do Planalto lamentou a reportagem e disse que a revista tentou, por meio do trabalho prestado pela psicóloga, “distorcer informações apuradas com o único objetivo de atacar a família Bolsonaro”.

“Agir de má-fé e direcionar o resultado de uma situação programada não correspondem ao exercício do jornalismo correto e íntegro da mídia brasileira”, ressaltou a nota do Planalto.

Não é a primeira vez que o presidente ataca a imprensa por não gostar do resultado de reportagens. No mês passado, ele disse que o Brasil vai enfrentar problemas pela “irresponsabilidade da imprensa”.”O Brasil vai chegar à situação da Venezuela. É isso que a grande parte da grande imprensa brasileira quer. E fica o tempo todo de picuinha, fazendo campanha contra o Brasil”, disse Bolsonaro.

Fonte: Notícias ao Minuto

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações