Laudos confirmam identificação de suspeito de queimar comerciante vivo

Ascom/POAL

Perícia realizada no veículo da vítima

O delegado Gustavo Pires, titular do 89º DP de Coruripe, informou que já concluiu o inquérito que investiga a morte do comerciante Valcir Leite Tenório, de 37 anos, que foi esfaqueado e queimado vivo, no povoado Bom Sucesso, na zona rural do município de Coruripe, em agosto deste ano. Um dos fatores determinantes para conclusão foi a entrega do laudos periciais que serviram como prova técnica do crime.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da Perícia Oficial do Estado, a partir dos laudos, foi possível confirmar a autoria do assassinato de Valcir, já que os peritos encontraram fragmentos da digital de um dos suspeitos no carro da vítima. Primeiro a perícia analisou o carro usado pela vítima no dia do ocorrido: a caminhonete S10 de placa MVJ 9386, que foi encontrado em um trecho da rodovia AL 110, na zona rural de São Sebastião.

Perícia

Ascom/POAL

Carro de comerciante foi encontrado em São Sebastião

O perito criminal Clísney Oliveira de Omena foi o responsável pelo levantamento técnico-pericial de coleta de vestígios. “O veículo estava abandonado no Povoado Bolívar. Lá, fiz a revelação e procedi à coleta das impressões digitais tanto no exterior quanto no interior da caminhonete. Além disso, também coletei material biológico (amostras de sangue) no interior e no exterior do veículo,” disse Omena.

Ele explicou que esse material coletado foi encaminhado para os setores da Seção de Perícias Internas. Com a investigação em andamento, o delegado encaminhou para o IC, dados de suspeitos, que possuíam carteira de identidade retirada em Alagoas para a realização da perícia papiloscópica de análise e confronto das digitais que foi realizada pelo perito criminal Ivan Excalibur.

“Realizei a comparação dos fragmentos coletados com os dados das fichas datiloscópicas dos suspeitos e positivou para um deles. Os fragmentos papiloscópicos encontrados no “retrovisor interno”, oriundos do levantamento em local de crime foram produzidos pelo polegar direito de José Willames França da Silva”, afirmou o perito Ivan Excalibur.

Pedido de Prisão

No início do mês de setembro o delegado Gustavo Pires encaminhou o pedido de prisão preventiva tanto de José Willames França da Silva, quanto de Allan Chrystian da Silva, apontados como autores do crime. Segundo o delegado, o crime foi motivado por uma dívida de Willames com a vítima.

O delegado explica que o depoimento da vítima foi fundamental para chegar à identificação dos criminosos. Antes de morrer, Valcir contou ao delegado que foi abordado pelos algozes no caminho que dá acesso ao município de Feliz Deserto. Após conclusão do inquérito, o caso foi remetido à justiça.

Entenda o Caso 

PC pede a prisão de suspeitos de queimar comerciante vivo

Comerciante é esfaqueado e finge estar morto para não ser assassinado

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações