Guerrero vê Inter com “faca entre os dentes” para final da Copa do Brasil

Reprodução / SC Internacional

Depois da derrota na primeira partida da final da Copa do Brasil, o Internacional terá o apoio do seu tecedor para, na noite desta quarta-feira, reverter o placar de 1 a 0. Um dos principais jogadores dessa campanha, Paolo Guerrero falou sobre a postura do Colorado para enfrentar o Athletico-PR, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio.

“Estamos com a faca entre os dentes. Vejo muita vontade no elenco para encarar isso como uma revanche, pois não queríamos ter perdido fora de casa. Agora é a nossa chance de mostrar todo nosso futebol e virar o jogo na frente do nosso torcedor. Precisamos entrar no Beira-Rio e jogar futebol. Manter a calma vai ser a chave”, analisou.

Em dois anos no comando do clube, Odair Hellmann só perdeu um confronto em competições nacionais dentro de seus domínios. O centroavante comentou a respeito dessa estatística e rasgou elogios ao treinador.

“Claro que os dados são favoráveis, mas não se ganha jogo assim. A vitória do final de semana contra o Atlético-MG levantou o moral do time, pois sabemos o quanto é difícil jogar lá em Minas. O professor está muito bem. A preparação foi ótima, o grupo está completo e acredito que o time sabe o que fazer”, completou.

Querendo reforçar a ideia de que uma final se ganha dentro de campo, Guerrero analisou o adversário e descartou qualquer favoritismo por parte dos donos da casa.

“Temos que respeitar muito o Athletico-PR. É um time com um toque de bola muito bom e, além disso, são muito técnicos. Eles sabem construir bem as jogadas, sem pressa. Não sei como vai ser a postura deles aqui dentro da nossa casa. Normalmente os rivais têm dificuldade de jogar aqui, mas, como já falei diversas vezes, futebol não tem favorito”, encerrou.

Fonte: Terra

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações