Após encontrar vestígios, Perícia usa luminol para identificar sangue em viatura da Guarda

O Instituto de Criminalística de Alagoas confirmou nesta quinta-feira (9) que foram encontrados e recolhidos vários vestígios sobre o caso do pedreiro desaparecido após entrar em uma viatura da guarda municipal do município de Campo Alegre. O carro está custodiado no órgão e deverá passar por um exame para detectar sangue no seu interior.

O pedreiro José Renildo Cassimiro da Silva, de 26 anos, desapareceu no dia 4 de outubro, após ser colocado no interior da viatura por guardas municipais de Campo Alegre. Todos os materiais encontrados e que apresentam alguma ligação com o caso serão analisados no Laboratório Forense do Instituto de Criminalística.

Foi recolhido em uma estrada vicinal material biológico que pode ser sangue e estilhaços de vidros compatíveis com o da porta traseira da viatura da guarda que foi quebrada. A poucos metros desse mesmo local, também foi encontrado marcas de pneumáticos compatíveis com o pneu do veículo usado pelos guardas no dia do fato.

A perita criminal Maria Neuma de Oliveira Souza confirmou que o veículo passou por uma higienização, antes de ser devolvido pelos guardas suspeitos para a guarda municipal de Campo Alegre. Mas, mesmo assim foi possível identificar manchas no estofado próximo a janela que está com o vidro quebrado.

Novo exame

Diante de tantos vestígios, a viatura foi custodiada pelo IC e passará por um novo exame nesta quinta-feira na sede do Instituto de Criminalística.  A equipe irá utilizar um reagente conhecido popularmente como luminol e que foi produzido pelos peritos alagoanos para tentar detectar sangue e outros tipos de materiais biológicos em locais de crime.

Veja Mais

1 comentário

  • Galego says:

    Esta guarda de Campo Alegre distrito Luziápolis como outros Teotônio Vilela Junqueiro não se pode nem ser chamada de guarda municipal !!pois não são legalizadas todas fazem trabalho irregular são guardas contratados ,guardas tem que ser do quadro efetivos (concursados) esses não estão de acordo com a lei 13.022 estão totalmente irregular, esta na hora das prefeituras de Campo Alegre Teotônio Vilela Junqueiro se posicionarem e reestruturar e legalizar e colocar a guarda do quadro efetivo fazer concurso para legalização , e não colocar pessoas despreparadas dessa forma…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações