Política


Renan Filho mobiliza bancada governista da ALE em prol da 17ª Vara

O governador Renan Filho (PMDB) anunciou, nesta terça-feira (13), em entrevista à Rádio Gazeta que irá, pessoalmente, pedir aos deputados da bancada governista que apoiem o veto parcial relacionado à 17ª Vara Criminal. O documento que limita a atuação dos juízes da 17ª Vara da Capital na execução de julgamento de agentes públicos foi barrado nessa segunda-feira (12).

O veto retorna agora à Assembleia Legislativa do Estado (ALE), onde deve passar por nova votação dos deputados que decidiram no último dia 30 de dezembro pela aprovação do documento. “O documento impedia a investigação ampla da 17ª Vara. Eu entendo que essas coisas não podem acontecer a 17ª deve poder investigar irrestritamente qualquer delito seja ele praticado por um cidadão de camisa rasgada ou de colarinho branco”, destaca o governador.

Ainda em relação a sua recente decisão, Renan informa que irá pessoalmente estreitar os laços com a ALE e explicar suas justificativas. “Vou me empenhar pessoalmente e pedir dos deputados o veto, vou orientar a bancada de apoio ao governo para que apoie… Nossa intenção é mostrar a sociedade que estamos combatendo todas as formas de violência”, disse o governador.

Ainda na manhã de hoje, o procurador geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE), Sérgio Jucá, elogiou a atidude do governador no que classificou como "um ato de legítima defesa do povo alagoano". "A 17ª Vara é um patrimônio da nossa gente, um instrumento valioso no combate a escalada da violência", disse o procurador.

Redução de homicídios

A meta do novo secretário de Defesa Social, o promotor Alfredo Gaspar de Mendonça, é iniciar uma redução de até 12% no número de homicídios em Alagoas. De acordo com Renan Filho, essa meta pode ser superada.

“Quero reduzir ainda mais essa meta de homicídios e vou me dedicar ao máximo, assim como outros crimes como os contra o patrimônio, roubo à banco, carros e casas”, disse o governador.

Para isso, Renan informa que ampliou o número de militares em ações ostensivas. “Nós ampliamos substancialmente de 135 membros da Força Nacional para 190 em Alagoas. Ainda vamos contar com mais 30 homens do Corpo de Bombeiros, passando o número para 320, sendo o maior efetivo da força em Alagoas”, destaca.

Além dessa ação, o governador informa que determinou o funcionamento 24 horas por dia do Instituto Médico Legal (IML) e a inauguração da nova Central de Flagrantes, no antigo Já do bairro de Mangabeiras. “Isso reduziu drasticamente o tempo de espera dos flagrantes”, complementa.


Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>