Investidor levará R$ 21 milhões com venda de Ricardo Goulart

WASHINGTON ALVES/GETTY IMAGESRicardo Goulart é o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com oito gols

Ricardo Goulart é o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com oito gols

Em três anos, Ricardo Goulart conseguiu se valorizar, e muito, no futebol brasileiro. Depois de o Cruzeiro adquirir 50% de seus direitos econômicos por R$ 5,7 milhões no final de 2012, o agora ex-jogador foi negociado com o Guangzhou Evergrande, da China, que pagou R$ 47 milhões pelo total de seus direitos.

O meio-campista, presença constante nas convocações da seleção brasileira com o técnico Dunga em 2014, dará lucro não apenas ao time celeste, mas principalmente a um investidor que apostou nele ainda nos tempos de Santo André.

Empresário do ramo de transportes na região do Vale do Paraíba (SP), Higor Luiz Fernandes Sousa detém 45% dos direitos econômicos de Goulart e vai lucrar R$ 21,15 milhões com a atual negociação. No entanto, ele ainda quer mais.

Isso porque Higor tenta receber do banco BMG uma parte do dinheiro pago pelo Cruzeiro para adquirir metade dos direitos do jogador em dezembro de 2012.

Ele estava registrado no Coimbra Esporte Clube, time de divisões menores do Campeonato Mineiro e de propriedade do BMG, quando o Cruzeiro o contratou.

O valor que o time celeste pagou pelos 50% dos direitos econômicos do jogador foi repassado integralmente para o Coimbra. No entanto, Higor Luiz entrou com ação judicial alegando que parte do montante deveria ter sido dado a ele.

"Eles dizem que venderam 50% dos direitos do jogador. Mas ficamos sócios, e não fui consultado. Não podiam vender só a parte deles. Tem que haver o rateio. Tenho direto sobre metade desse valor", dissera Higor em entrevista ao UOL em 2013.

Conforme seu advogado, Aldo Giovani Kurle, afirmou ao ESPN.com.br nesta quinta-feira, as partes voltaram a conversar na última semana, quando apareceu o interesse do clube chinês, para tentarem um acordo sem intervenção judicial.

"Existe uma medida judicial em andamento. Temos uma liminar pronta pedindo o bloqueio da transferência junto ao Banco Central enquanto não for decidida a questão. As partes estão conversando desde a semana passada, quando houve o início da tratativa da venda. Se não houver acordo, pediremos que qualquer valor que seja repassado ao Cruzeiro fique bloqueado", garantiu o advogado. "Com a venda, que se tornou caso de urgência, acredito que a decisão não deverá demorar a sair".

Ricardo Goulart surgiu para o futebol no Santo André. Quando começou a se destacar, ele despertou o interesse de clubes grandes até ser emprestado ao Internacional em 2011; neste período, Higor Luiz Fernandes Souza adquiriu 50% de seus direitos econômicos, lembra o ex-presidente do Santo André, Ronan Maria Pinto, ao ESPN.com.br.

O dono do Diário do Grande ABC acredita que Higor Luiz pagou 1 milhão de reais pela metade dos direitos econômicos do meio-campista, pois este foi o valor estabelecido no empréstimo com o Inter caso o clube colorado quisesse contratá-lo.

Quando Ricardo Goulart foi comprado pelo banco BMG, o investidor cedeu 5% de seus direitos para o grupo Sport Base, que ajudou na intermediação do negócio.

Assim, a negociação com o Guanghzou Evergrande renderá R$ 23,5 milhões para o Cruzeiro, R$ 21,15 milhões para Higor Luiz e R$ 2,35 ao Sport Base.

Fonte: ESPN

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações