Interior


Ocupantes resistem à reintegração de posse em Capela

Alagoas24horas/ArquivoMilitares cumprem reintegração de posse em Capela

Militares cumprem reintegração de posse em Capela

O prazo para sair das casas ocupadas irregularmente por moradores sem-teto de Capela, a 65 km de Maceió, se encerrou e a Polícia Militar de Alagoas cumpre nesta quinta-feira, 13, o mandado de reintegração de posse expedido pela justiça federal. As casas são do Programa Minha Casa Minha Vida e as 600 moradias são destinadas para as vitimas da enchente de 2010.

As casas do Conjunto Residencial Otávio Gomes, em Capela, estão ocupadas por sem-teto pertencentes ao Movimento Via do Trabalho (MVT). Eles alegam que vão resistir e ao Alagoas24horas o coordenador do movimento, Marcos Antonio, o Marrom, destacou que as famílias só deixam o local “debaixo de bala de borrachas e bomba de gás”.

Ainda de acordo com Marrom, as famílias são as mesmas que estavam as margens das rodovias do município morando debaixo de uma lona. “Não podemos aceitar que eles retornem para a BR e sim garantir que eles tenham o direito a moradia”, enfatizou.

Segundo Marrom, para a ação a PM destinou um efetivo de mais de cem militares lotados no Batalhão de Operações Especial (Bope). “Eles vem com tudo para retirar as famílias e nós estamos preparados para o confronto e iremos resistir até sermos expulsos”, reafirmou.

No mês passado os ocupantes bloquearam a rodovia AL-210 em protesto contra a ordem de despejo. Segundo Marrom, após tal mobilização ficou acordado que o Estado iria esperar a saída das famílias, “mesmo que isso levasse tempo e de uma hora para outra eles fazem isso sem nos comunicar”.

O Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar de Alagoas foi contactado, mas sem sucesso.


Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>