Levy anuncia pacote de medidas e espera aumentar arrecadação em R$ 20,7 bi

Cidade VerdeMinistro da Fazenda, Joaquim Levy

Ministro da Fazenda, Joaquim Levy

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou nesta segunda-feira (19) quatro medidas para o ajuste das contas públicas.

A primeira é um decreto que equipara o atacadista ao industrial para o efeito de incidência no IPI no setor de cosméticos. O efeito da medida de junho a dezembro de 2015 deve ser de R$ 381 milhões na arrecadação.

A segunda é o reajuste da alíquota do PIS/Cofins sobre a importação, de 9,25% para 11,75%. O impacto a partir de junho deste ano deve ser de R$ 700 milhões.

A terceira, é restabelecimento de uma alíquota antes removida, sobre operações de crédito de pessoa física, que passa de 1,5% para 3%.

O quarto decreto altera a incidência do PIS/Confins e Cide sobre combustíveis: o aumento das duas alíquotas será de R$ 0,22 para gasolina e de R$ 0,15 para o diesel. Os efeitos financeiros estão na ordem de R$ 2,2 bilhões na arrecadação.

"O preço da Petrobras, ela que decide, mas os impostos, estamos falando aqui. Se não houver alteração no preço, o reajuste no valor do combustível será de R$ 0,22", disse o ministro.

Segundo ele, o objetivo dessas medidas é aumentar a confiança na economia. Elas devem gerar uma arrecadação de R$ 20,7 bilhões.

Fonte: IG

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações