Justiça


Inquérito vai investigar ‘farra dos cheques’ na Barra de Santo Antônio

Barra Agora/CortesiaCâmara da Barra de Santo Antônio

Câmara da Barra de Santo Antônio

O juiz convocado Marcelo Tadeu Lemos de Oliveira, integrando interinamente a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), determinou a abertura de inquérito para apurar suposta prática de improbidade administrativa na Câmara de Vereadores do município de Barra de Santo Antônio, Litoral Norte alagoano.

O magistrado determinou a remessa dos autos ao Ministério Público, motivado pela existência de denúncias envolvendo contas públicas do Legislativo local, conhecido como ‘Farra dos Cheques’. “Determino que a Segunda Câmara Cível remeta as peças do presente recurso ao Ministério Público para que sejam tomadas as devidas providências”, decidiu Marcelo Tadeu. A decisão está publicada no Diário de Justiça Eletrônico desta segunda-feira (26).

Na denúncia, o presidente da Câmara de Vereadores da Barra de Santo Antônio, Marcos Rios (PRTB), é acusado de falsificar a assinatura do tesoureiro da Casa em cheques do Poder Legislativo Municipal e utilizar em benefício próprio.

O caso foi denunciado pelo vereador Marcio Bonfim (PMN). Na época, ele destacou que um dos cheques, no valor de R$ 2.920,00, teria sido usado para pagar um funcionário da Secretaria de Saúde do município e que estava a serviço de Rios.

Desde a denúncia, Marcos Rios teve, em dezembro do ano passado, a prisão solicitada pela delegada Paula Francinete. Rios chegou ainda a ser afastado da presidência da Câmara pela desembargadora Elizabeth Carvalho e reconduzido pelo juiz Wilamo de Omena Lopes.

Marcos Rios nega todas as acusações que lhe são atribuídas.

Fonte: com TJ/AL

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>