Polícia


Perícia Oficial contabiliza entrada de 4 corpos vítimas de violência

Crimes foram praticados no interior; Maceió e região metropolitana não registraram homicídios.

Segundo relatório divulgado pela Perícia Oficial de Alagoas, quatro corpos deram entrada nos Institutos Médico Legal de Maceió e Arapiraca vítimas de violência. Entre os casos, dois são vítimas de arma branca e outros dois vítimas de espancamento. Os crimes ocorreram nas cidades de Murici, Capela e Arapiraca. Maceió e região metropolitana não registraram homicídios.

Murici

No município de Murici, distante 51 quilômetros da capital, duas pessoas foram mortas. José Cícero Leopoldino Cordeiro, de 53 anos, morto a facadas na Rua Jacinto Barbosa, Centro da cidade. A polícia não tem pistas sobre a autoria do crime, ocorrido na tarde desta sexta-feira, dia 16.

Também em Murici, um homem de 79 anos, identificado como Adelino Manoel da Silva, foi espancado e precisou de socorros médicos. O ancião foi levado ao Hospital Geral do Estado (HGE), porém, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. A polícia não tem pistas do assassino do agricultor.

Capela

Já no município de Capela, José Cristiano da Silva, de 26 anos, foi assassinado a facadas quando transitava pelo Centro da cidade. Também neste caso, a polícia não tem pistas do autor dos golpes. O crime contra José Cristiano foi praticado ainda na tarde de ontem.

Arapiraca

Um crime com requintes de crueldade foi o de Claudiene Nunes Magalhães, de 33 anos. Claudiene foi espancada até a morte, em Senador de Melo, na AL 220, em Arapiraca. O assassinato foi registrado ainda nas primeiras horas da noite de ontem. O autor dos golpes fugiu.

Em todos os casos mencionados peritos do Instituto de Criminalística (IC) e funcionários do Instituto Médico Legal (IML) foram acionados.

Também deu entrada no IML de Maceió vítima de violência, Jonathan Douglas Leite dos Santos, morto a facadas em São Miguel dos Campos. O crime de Douglas foi relatado ontem mesmo pelo Alagoas24horas

Outros casos

Ainda foram contablizados nos IML os corpos do ancião José Pedro da Silva, desaparecido há três dias e que teve o corpo encontrado no sítio Bom Jardim, zona rural de Traipu, caso já relatado pelo Alagoas24horas; e os corpos de Marirta Ferreira Chaves, de 83; Luzia Maria dos Santos, de 77, moradora de Penedo; além de Luzinete de Melo Viana, de 85, todas vítimas de morte clínica.


Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>