Maceió


Moradores da comunidade do Bolão protestam contra fechamento de posto

Izabelle Targino/Alagoas24horasMoradores da comunidade do Bolão protestam contra fechamento de posto

Moradores da comunidade do Bolão protestam contra fechamento de posto

Um grupo de moradores da comunidade Vila Redenção, conhecida como Bolão, bloquearam, na tarde desta quinta-feira, 29, os dois sentidos da Avenida Leste/Oeste em protesto contra o fechamento da Unidade de Saúde da Família Paulo Oliveira Costa. Desde ontem a unidade foi fechada e o atendimento transferido para uma clínica pertencente a um Centro Universitário.

Os moradores atearam fogo a pneus e galhos de árvores para impedir que os veículos transitassem na região. No local, adultos e crianças gritavam para chamar a atenção da imprensa : “Queremos o posto!”.

Em entrevista ao Alagoas24Horas, o líder comunitário, Marcelo dos Santos, justificou que o protesto é resultado da revolta dos moradores da comunidade porque o posto existe há 15 anos e atende à região, sobretudo, aos idosos que não têm condições de subir a escadaria, ou uma ladeira que existente para ir até a clínica que fará o atendimento. “Não existe transporte para essa clínica e isso vai dificultar o acesso dos idosos”, argumentou.

Ainda segundo a liderança, a justificativa da Secretaria de Saúde de Maceió é que não há condições financeiras de manter o posto em funcionamento. A unidade foi reformada no ano passado.

Uma equipe da Radiopatrulha foi até o local para conter os excessos, mas se manteve a distância dos manifestantes, à espera do Centro de gerenciamento de crises da PM, comandado pelo major Paranhos. Ao chegar ao local do protesto ele conversou com a liderança para negociar a liberação das vias.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros também foi acionada para debelar o fogo e evitar acidentes.

De acordo com a Diretora de Atenção à Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, Flávia Melro, a transferência da Unidade de Saúde está mantida. A diretora explicou que a Unidade de Saúde da Família, Paulo Oliveira Costa, funciona num espaço alugado que pertence à Associação de Moradores da Comunidade do Bolão e já havia uma negociação com o Cesmac desde o ano passado para a criação de uma Unidade Docente Assistencial, uma unidade modelo.

Flavia Melro explicou ainda, na parceria, o Centro Universitário entrou com um prédio novo, de acordo com as normas do Ministério da Saúde, com consultórios, localizado na Rua Iris Alagoense.

“Nós vamos transferir a equipe para uma estrutura muito melhor. A prefeitura vai ter uma economia grande porque não vai mais pagar aluguel. Além disso, a nova unidade de saúde será uma porta de entrada para todas as clínicas do Cesmac, incrementando o atendimento”, explicou a diretora.

Sobre o problema da distância e locomoção de idosos e gestantes, Flávia Melro explicou que, por se tratar de uma Unidade de Saúde da Família, conhecido como PSF, o usuário que não tiver condição de ir até a unidade, as equipes farão o atendimento na residência.

Atualizada às 17h19



Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>