Polícia


Foragida é presa em Sergipe acusada de matar tenente da PM de Alagoas

Crime se deu no ano de 2012.

SDS/SEMulher é presa em Sergipe acusada de matar PM de Alagoas

Mulher é presa em Sergipe acusada de matar PM de Alagoas

Foi presa nesta quinta-feira, 29, uma das acusadas de assassinar o tenente da reserva da Polícia Militar de Alagoas Manoel Cavalcante da Silva, em abril de 2012. Ele foi vítima de latrocínio depois de, supostamente, reagir ao assalto.

A acusada, Iraiane Temótel Dantas, 26 anos, foi detida em Aracaju, capital de Sergipe, por agentes do Grupamento de Operações Especiais (GOE). Ela é foragida da justiça de Alagoas.

Outro acusado no envolvimento no crime foi preso em agosto de 2013 por militares na cidade de Coronel Sapucaia, no estado do Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai. Na ocasião, Jazon de Oliveira Barbosa, 20 anos, foi detido juntamente com outros dois tentando sair do país.

De acordo com informações coletadas junto a Secretaria de Defesa Social de Sergipe, Dantas estava morando no bairro América, em Aracaju, e usava identidades falsas. Com ela, a polícia encontrou pelo menos duas.

Ainda de acordo com a SDS/SE, a acusada já vinha sendo investigada pela polícia. Por meio de nota a imprensa, a SDS/SE destacou que a Justiça e a Polícia Civil de Alagoas já foi comunicada sobre a prisão e aguarda a transferência da detida.

Relembre o caso

O tenente da reserva da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL), Manoel Cavalcante da Silva, de 56 anos, foi assassinado dentro de um ônibus intermunicipal em abril de 2012.

De acordo com a polícia, um grupo armado anunciou o assalto quando o ônibus trafegava no município de Campo Alegre, distante 94 quilômetros de Maceió. Segundo testemunhas, o militar levantou e esboçou uma reação, o que fez com que um dos criminosos atirasse contra a cabeça da vítima, que morreu no local.

Após a execução, os criminosos ainda roubaram os pertences dos passageiros que estavam no coletivo, que faz a linha Maceió/Arapiraca, e fugiram levando a arma do PM.

O crime acontece menos de um mês depois do assassinato do policial militar Valter de Sá Carvalho, morto em março, dentro de um micro-ônibus de transporte complementar, na BR-316, próximo ao município de Atalaia.


Fonte: Com informações da SDS/SE

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>