Homossexual é assassinado com 26 golpes de faca em Campina Grande

Por Márcio Rangel, do Diário da Borborema

A Polícia Civil de Campina Grande está trabalhando de forma intensa para tentar localizar e prender os acusados de terem assassinado com 26 golpes de faca, o ex-presidiário Luiz Carlos das Neves, de 46 anos. Ele foi encontrado morto, por volta das 2h de segunda-feira, dia 31, na Avenida Floriano Peixoto, bem próximo ao novo Hospital de Trauma da cidade, no bairro das Malvinas.

Depois do crime, os bandidos abandonaram o automóvel da vítima em um matagal, nas proximidades do Instituto Federal de Educação da Paraíba (IFPB). De acordo com os investigadores, nada foi levado do ex-detento do Presídio Regional do Serrotão que era homossexual e já havia cumprido pena pela prática dos crimes de furto e receptação de material roubado.

O caso está sendo acompanhado pelo delegado Henry Fábio Bandeira. Ele contou que foi informado da ocorrência primeiro pela Polícia Militar, que foi a primeira a chegar ao local. "Fomos solicitados pela PM para comparecer no local, já que se tratava de um homicídio. O homem, de estatura mediana já estava sem vida. O corpo apresentava vários ferimentos provocados por “arma branca’, não temos ainda como definir com precisão se foi faca ou punhal. Foi aí que começamos a investigar com mais profundidade o caso. Ao encontrar o carro abandonado, iniciamos o processo de investigação" declarou.

Ainda segundo a autoridade, no local onde o crime ocorreu, quase não existem residências. A mais próxima fica no sentido contrário da rodovia, a cerca de 500 metros e como o crime aconteceu durante a madrugada, ninguém se apresentou como testemunha. Por isso, o corpo que foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) ficou mais de cinco horas sem ser identificado. "Quando localizamos o veículo, tivemos como comprovar muita coisa que não posso adiantar ainda por que estamos tentando localizar os autores do crime, no entanto o perfil da vítima nós já traçamos" completou o delegado.

Luiz Carlos das Neves era conhecido como "Ziu". De acordo com os familiares, a vítima era homossexual e tinha saído para uma festa no domingo à noite. O carro, um Honda Civic, de cor prata e placas MNL-6495 de João Pessoa, foi localizado totalmente cheio de marcas de sangue. Do veículo, aparentemente nada foi levado, no entanto, a carteira, com os documentos do motorista, também não foi localizada pelos policiais.

A investigação está sendo realizada agora pela especializada em homicídios. Este foi o 7º homicídio registrado em Campina Grande neste ano de 2011.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações