Polícia


IML de Arapiraca registra cinco assassinatos no interior

Foi intenso o movimento do Instituto Médico Legal de Arapiraca. O órgão registrou a entrada de seis corpos, sendo cinco vítimas de assassinatos. Duas das vítimas foram assassinadas em confronto com a polícia e há ainda o registro de uma morte por espaçamento em Arapiraca.

Familiares identificaram como Cícero Ferreira dos Santos, 44 anos, cabeleireiro, que residia no bairro Ouro Preto, periferia de Arapiraca, e que foi morto por espancamento no último domingo, 27, na AL-110. O autor do homicídio não foi identificado e utilizava uma moto Yamaha cuja placa não foi anotada.

Foi identificado como Roberto Pedro da Silva, 30 anos, que residia na Rua 13 de Maio, em Feira Grande, o acusado de assalto morto em confronto com uma guarnição da Polícia Militar na AL-220 após, juntamente com um comparsa assaltar, seis pessoas na localidade de Pé Leve, em Limoeiro de Anadia.

Após empreender fuga através da Al-220, o bandido foi ferido na trova de tiros e acabou morrendo na Unidade de Emergência Doutor Daniel Houly de Almeida. O comparsa mesmo ferido consegui fugir e não foi identificado.

Valmir Silvestre da Silva, 28 anos, que residia no povoado Novo Rio, em Igaci, foi assassinado com vários golpes de faca peixeira. A Polícia Civil ainda não sabe, até o momento, a motivação do crime e a identidade do criminoso.

Cícero Siqueira Gomes, 53 anos, que residia na Rua Zezé Felisdório, em Maribondo, foi assassinado com vários tiros. A vítima ainda chegou a ser socorrida na Unidade de Emergência Doutor Daniel Houly de Almeida, em Arapiraca, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer – tendo sido removido na manhã desta terça-feira, 1º para o IML de Arapiraca.

Lourinaldo Paixão do Nascimento, 22 anos, que residia em Teotônio Vilela, morreu após confronto com a Polícia Militar após resistir a voz de prisão. O fato foi registrado na noite desta segunda-feira, 28, naquele município.

O comerciante José Ailton Cavalcante, 42 anos, que residia no bairro do Vergel do Lago em Maceió foi vitima de afogamento em Campo Alegre, na região Agreste.

Fonte: Roberto Gonçalves/Oops

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>