Economia


Bauducco anuncia fábrica de biscoito em AL

Agência AlagoasEmpresários da Bauducco em em primeiro reunião com o governador Teotonio Vilela, em 2008.

Empresários da Bauducco em em primeiro reunião com o governador Teotonio Vilela, em 2008.

A Bauducco, maior fabricante nacional de panetones, waffers e torradas, vai construir uma nova fábrica no município de Rio Largo, em Alagoas. As obras da unidade – que inicialmente será dedicada à produção de biscoitos – começam em abril, em um terreno de 340 mil m², conforme divulgou o governo alagoano. A companhia confirmou o empreendimento, mas não divulgou o montante que será investido.

A nova planta deve entrar em operação em junho de 2010. A capacidade produtiva será de cerca de 40 mil toneladas por ano, com geração de 1 mil empregos. "A idéia é expandir a produção para o Nordeste, e não transferir linhas para cá. A empresa quer expandir para aproveitar o crescimento do mercado consumidor nordestino", afirma o secretário de desenvolvimento econômico de Alagoas, Luiz Otávio Gomes.

O consumo de pães e biscoitos na região têm crescido a percentuais maiores que a média nacional, segundo o sindicato da indústria paulista de massas e biscoitos. Prova disso é a popularidade dos chocotones durante as festas de fim de ano. Em entrevista ao Valor em dezembro, Paulo Cardamone, diretor de marketing da Bauducco, disse que foi graças à preferência do consumidor nordestino pelo panetone de chocolate que as vendas dessa versão encostaram nas do tradicional em 2008. A marca é líder de mercado, com 70% do volume de panetones industrializados vendidos no país.

Em Rio Largo, a nova planta ficará em uma posição estratégica, segundo o secretário. "A cidade fica a 700 quilômetros da Bahia e a 700 quilômetros de Fortaleza, ou seja: está bem no meio da região nordestina", reforçou. Além disso, de acordo com Luiz Otávio Gomes, a cidade fica à beira da rodovia BR 104, a 5 quilômetros do aeroporto e a 20 quilômetros do porto, na capital, Maceió.

Essa será a sexta fábrica da Bauducco, que tem três unidades em Guarulhos, uma em São Paulo e outra em Extrema, em Minas Gerais. Todas juntas, essas linhas têm capacidade para produzir 200 mil toneladas de bolinhos, biscoitos champanhe, waffers, torradas, colombas, panetones, entre outros itens.

Fundada em 1952 em São Paulo, a Bauducco é uma empresa familiar, presidida por Massimo Bauducco. Com faturamento estimado em R$ 1 bilhão por ano, tem 2,9 mil funcionários fixos e 1,5 mil temporários. Desde o ano passado, a empresa detém 49% das ações da fabricante de chocolates americana Hershey’s no país.

Fonte: Valor Econômico

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>