Maceió


Detran:até dia 29 para agendar o reteste

AssessoriaOs novos exames serão realizados de 8h às 14h na sede do Detran

Os novos exames serão realizados de 8h às 14h na sede do Detran

Os candidatos à primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que não conseguiram agendar o reteste (novo exame de direção) para os últimos dias 21 e 22 de dezembro, ainda têm tempo para marcar os novos exames para terça-feira, 29.

Os novos exames serão realizados de 8h às 14h na sede do Detran, no Pontal da Barra, e podem ser agendados pelo endereço eletrônico www.detran.al.gov.br ou em qualquer dos postos de atendimento do Detran, localizados nos JAs Mangabeiras, Farol, Centro e no Serviço de Atendimento Integrado (SAI), na sede do órgão.

Os testes serão aplicados apenas para os candidatos cujo prazo do processo vai de 1º de dezembro passado a 15 de janeiro de 2010.

Segundo Sérgio Ronaldo de Oliveira, titular da Coordenadoria de Controle de Condutores (CCC) do Detran, os retestes serão apenas para condutores das categorias A e B, e exclusivamente para os candidatos que já tenham feito os exames práticos de direção e de legislação, e que estejam com os certificados devidamente registrados no Detran.

De acordo com a Resolução 168 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), após o pagamento da primeira taxa no órgão de trânsito para a retirada da primeira habilitação, o candidato tem um ano para concluir o processo. Perdido esse prazo, o candidato terá que realizar novos exames práticos e teóricos e pagar uma taxa de R$ 92,21 pela abertura de um novo processo.

Sérgio Ronaldo explica que, antes dos últimos exames realizados no início desta semana, existiam 1.350 processos pendentes de primeira habilitação em conclusão. Pela última avaliação feita por técnicos do setor, acredita-se que pelo menos cem candidatos ainda estejam nessa situação.

“Alguns casos são referentes à tramitação entre usuários e autoescolas, porque esse tipo de processo dura no máximo três meses, se não houver reprovação do candidato”, afirma Sérgio Ronaldo. “Também temos que levar em consideração o resíduo de reprovados, que em média é de 45%, além da demanda referente à diminuição do preço da primeira CNH, no final do ano passado”, acrescenta.

Fonte: Assessoria

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>