Interior


Eventos com bovinos e eqüinos

A partir desta sexta-feira, todos os eventos que envolvam a aglomeração de bovídeos, como cavalgadas, vaquejadas, bolões, entre outros, terão que se adequar às normas estabelecidas pelo sistema de defesa animal. Entre as exigências, está o cadastro do evento na Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), com no mínimo trinta dias de antecedência, e a cobrança de exames de anemia e mormo para os animais participantes.

“A legislação que regulamenta a realização dos eventos já existe há cinco anos, mas os organizadores sempre alegavam desconhecimento, dificuldades. Estabelecemos um prazo para eles se adequarem, e a partir de agora não vamos tolerar mais desculpas. A fiscalização será reforçada”, afirma Hibernon Cavalcante, diretor presidente da Adeal.

O prazo foi definido em novembro do ano passado. “Convocamos todos os promotores desse tipo de evento e decidimos juntos. Nem os que não compareceram podem alegar falta de conhecimento, pois depois da reunião enviamos correspondência a todos comunicando a decisão”, enfatiza Cavalcante.

A punição para quem descumprir as normas varia de multas, que podem chegar a R$ 5.508, 00, a interdição dos eventos e parques onde são realizados.

Fonte: Assessoria

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>