Polícia


Lula Cabeleira é preso por suposto envolvimento na morte de Fernando Aldo

Alagoas24Horas/ArquivoLula Cabeleira tenta conseguir liberdade no STF

Lula Cabeleira tenta conseguir liberdade no STF

O empresário e ex-prefeito de Delmiro Gouveia, Luis Carlos Costa, Lula Cabeleira, foi preso – na noite desta sexta-feira, 23 – em uma de suas propriedades – fazenda São Vicente – na cidade de Delmiro Gouveia. Lula Cabeleira é acusado de ter participado da trama criminosa que resultou na morte do vereador da cidade, Fernando Aldo. A prisão foi determinada pela 17° Vara Criminal.

O ex-prefeito já se encontra detido e deve ser trazido para Maceió, onde ficará preso. Os indícios da participação de Lula Cabeleira na morte de Fernando Aldo foram encontrados depois do inquérito da Polícia Civil ter sido finalizado e encaminhado à Justiça. No inquérito, é citado apenas o deputado estadual afastado Cícero Ferro (PMN).

No entanto, os dois – Ferro e Cabeleira – estabeleceram uma aliança política em 2006, que consistia em um apoio ao parlamentar afastado na cidade do Sertão. Fernando Aldo era desafeto de Lula Cabeleira na região. As trocas de acusações se deram no ano de 2006 e o vereador chegou a divulgar uma carta com diversas denúncias que desagradou os políticos. As denúncias enveredavam inclusive no âmbito pessoal.

Cícero Ferro chegou a ter a prisão decretada pela Justiça. No entanto, o parlamentar afastado alega que é inocente e diz que as acusações não passam de uma trama da Polícia Civil de Alagoas. Ferro chegou a dizer que as testemunhas foram coagidas. O deputado foi rebatido – de forma veemente – pelo juiz da 17° Vara Criminal, José Braga Neto.

Esta é a primeira vez que Lula Cabeleira é citado no crime. Além da prisão, os policiais cumprem busca e apreensão na fazenda Lajinha e em um comitê eleitoral que estaria sendo usado pelo ex-prefeito. Conforme informações extra-oficiais, Lula Cabeleira pretendia concorrer à Prefeitura Municipal de Delmiro Gouveia neste ano, enfrentando o atual prefeito José Cazuza.

A operação que resultou na prisão de Lula Cabeleira foi comandada pelo delegado Rodrigo Sarmento. Conforme a Polícia Civil de Alagoas, Cabeleira não resistiu à prisão, nem criou obstáculos para que fosse cumprida a busca e apreensão em suas propriedades.

De acordo com o delegado, a Polícia Civil espera encontrar elementos que incriminem Lula Cabeleira e que o liguem ainda mais com o fato investigado. O ex-prefeito de Delmiro Gouveia deve chegar à Maceió ainda nesta noite e deve ser transferido imediatamente para uma delegacia local.

Lula Cabeleira é apontado como um dos autores intelectuais do crime. Fernando Aldo foi assassinado no dia 1° de outubro de 2006, durante o Mata Grande Fest, na cidade de Mata Grande, que também fica no Sertão alagoano. A morte de Fernando Aldo – conforme a Polícia Civil – teria sido encomendada por meio de um “consórcio”.


Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>