Interior


Câmara afasta José Cazuza da Prefeitura de Delmiro Gouveia

Tribuna do SertãoJosé Cazuza de Oliveira foi afastado do cargo pela Câmara

José Cazuza de Oliveira foi afastado do cargo pela Câmara

Pouco mais de um anos após ter assumido o cargo em Delmiro Gouveia, no alto sertão de Alagoas, o prefeito José Cazuza de Oliveira, foi afastado pela Câmara de Vereadores, em sessão que julgou supostas irregularidades praticadas durante seu período de administração. O afastamento de Cazuza do cargo foi aprovado por sete dos oito vereadores presentes na sessão da Câmara local. Cazuza foi acusado de irregularidades na locação de veículos pela prefeitura municipal.

Para investigar a denúncia, uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) foi criada pela Câmara e resultou na votação do afastamento de Cazuza do cargo de prefeito, função que passou a ocupar com a renúncia do então prefeito Marcelo Lima, de quem era vice-prefeito, em julho do ano passado. Lima deixou o cargio após uma série de denúncias de irregularidades praticadas em suas gestão. Cazuza que era o vice assumiu o posto e agora prova do mesmo "veneno" de seu antecessor.

Integrantes do grupo político do prefeito atribuem ao presidente da Câmara, vereador Valdo Sandes, a articulação para afastá-lo do cargo. Eles afirmam que Cazuza foi vítima de uma traição articulada por Valdo Sandes, que durante 11 meses, indicou os dirigentes da Secretaria Municipal de Saúde. Valdo dirigiu a sessão que afastou o prefeito do cargo. Moradores da cidade acreditam que o afastamento faz parte do embate eleitoral no município entre Cazuza e o o grupo do ex-prefeito Luiz Carlos Costa, o Lula Cabeleira.

Lula Cabeleira está preso em Maceió, acusado de ser o articulador do assassinato do vereador do município, Fernando Aldo, ocorrido em outubro do ano passado durante o Mata Grande Fest, carnaval fora de época realizada na cidade do alto sertão alagoano. O deputado Cícero Ferro aliado de Lula Cabeleira também é acusado de autor intelectual no crime.

Na sessão desta terça-feira, 5, votaram pelo afastamento do prefeito José Cazuza, os vereadores Geraldo Alencar (PDT), Valdo Sandes (PMDB), Gato (PTB), Kleber Lima (PSDB), Cacau (PMDB) e Escurinho (PMDB). A favor apenas o professor Edvaldo Nascimento (PCdoB). Em 18 de julho de 2007, Marcelo Lima renunciou ao cargo de prefeito e entregou uma carta objetiva e com poucos comentários, alegando que deixava o cargo por “questões políticas”.

Marcelo Lima e Jose Cazuza chegaram à prefeitura em uma vitória histórica, quando derrotou o grupo liderado pelo então prefeito Lula Cabeleira, pai da ex-deputada estadual Ziane Costa. O candidato do grupo de Lula foi seu sobrinho, Marcos Costa, que acabou derrotado por Marcelo Lima. Pouco tempo depois, Lima foi acusado de uma série de irregularidades e por conta da pressão que sofria, terminou por renunciar ao cargo.

Advogados do prefeito José Cazuza estão tentando uma liminar junto ao Tribunal de Justiça para garantir seu retorno ao cargo. Enquanto isso, a Câmara prepara a indicação do vereador Kleber Lima, do PSDB, para assumir o comando administrativo já que os demais vereadores são candidatos à reeleição em outubro.

Com informações do sertão24horas


Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>