Brasil


‘Páginas da vida’ mostrará caso do menino arrastado até a morte no Rio

O episódio do menino de seis anos que foi arrastado por 7 Km depois de ficar preso no cinto de segurança de um veículo durante assalto nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, será assunto da novela "Páginas da vida". O capítulo deve ir ao ar hoje, na TV Globo, após o "Jornal Nacional".

A seqüência foi gravada na tarde desta sexta-feira no Projac (estúdios da Globo no Rio) e mostra a irmã Zenaide (Selma Reis) entrando em cena com um jornal na mão e uma cara de susto.

"Minha Virgem Maria, não dá para acreditar numa barbaridade dessas!", diz a freira, para depois ler a manchete. " ‘Barbárie contra infância. Morte de menino de 6 anos arrastado em carro roubado por bandidos causa comoção e revolta!’ Onde é que isso vai parar?"

As irmãs Fátima (Inez Viana) e Natércia (Bete Mendes) ouvem tudo, e as três se emocionam com a tragédia. No fim da cena, ajoelham-se e rezam.

Manoel Carlos, autor da novela, disse em entrevista ao G1 nesta semana que incluiria na trama uma referência ao caso do assassinato da Mega-Sena, porque gosta de "dar pinceladas reais numa história de ficcção" (leia aqui).

Leia abaixo a cena que vai ao ar no capítulo de hoje da novela "Páginas da vida":

CENÁRIO: DIRETORIA DO HOSPITAL / DIA
ZENAIDE / FÁTIMA / NATÉRCIA
Fátima está no telefone da diretoria, enquanto Natércia está no computador digitando qualquer coisa.

Zenaide entra com o jornal na mão e a cara angustiada, aflita.

ZENAIDE – Minha Virgem Maria, não dá para acreditar numa barbaridade dessas!

As outras duas se alvoroçam, na base do que foi, etc.

ZENAIDE – Olhem só: primeira página do jornal. (E LÊ A MANCHETE) Barbárie contra infância. Morte de menino de 6 anos arrastado em carro roubado por bandidos causa comoção e revolta! (FAZ O SINAL DA CRUZ) Onde é que isso vai parar?

As outras duas irmãs pegam o jornal da mão de Zenaide e Natércia lê a notícia.

NATÉRCIA (LENDO) – Os bandidos renderam a mãe de João, Rosa Cristina Fernandes, de 41 anos, supostamente com uma arma de brinquedo. Rosa e a filha de 13 anos, Aline, saíram do carro, mas a mãe não conseguiu tirar o filho do banco de trás. (CONTINUA LENDO, MAS AS LÁGRIMAS CORRENDO PELO SEU ROSTO) Os ladrões arrancaram, e o menino ficou preso pelo cinto se segurança abdominal. Durante o trajeto, várias pessoas gritavam avisando que havia uma pessoa presa do lado de fora. (OLHA PARA AS IRMÃS. TODAS COM LÁGRIMAS NOS OLHOS. VOLTA AO JORNAL) O menino João Hélio Fernandes Vieites, de 6 anos, foi arrastado por seis quilômetros.

Olham-se as três, entre lágrimas silenciosas. Aí, num mesmo gesto, elas se ajoelham, fazem o sinal da cruz, baixam suas cabeças e rezam.

Fonte: G1

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>