Renan nega acordo entre líderes para adiar instalação da CPI dos Bingos

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse hoje (24) em plenário que não houve acordo entre os líderes para adiar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos. Segundo Renan, a reunião realizada ontem serviu para a cobrar a indicação dos parlamentares que vão integrar a CPI.

Para Renan, não haveria coerência nessa decisão, uma vez que o Supremo Tribunal Federal (STF) acolheu esta semana seis mandados de segurança do PMDB, PDT e PFL contra a Mesa Diretora do Senado e determinou a indicação dos integrantes da comissão. O requerimento para criação da CPI foi assinado ano passado por 35 senadores, oito a mais que os 27 necessários, mas o então presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), não quis designar representantes dos partidos para a comissão, uma vez que algumas lideranças não o fizeram.

Renan afirma que um acordo que adiasse a instalação da CPI deixaria a Casa exposta. "O presidente estabelece um prazo, indica os nomes para compor a comissão e os partidos fazem um acordo para não instalar a comissão depois dessa casa ficar exposta a uma decisão do Supremo Tribunal Federal".

O líder da minoria, senador José Jorge (PFL-PE), também afirmou que durante reunião realizada ontem não foi fechado acordo para adiar a instalação da CPI dos Bingos, proposta no ano passado, após a divulgação de um vídeo de 2002 no qual o ex-assessor da Casa Civil Waldomiro Diniz aparece negociando propina com o empresário de jogos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Ontem, o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), afirmou que a CPI poderia ser instalada em agosto, uma vez que o Congresso deve entrar em recesso parlamentar no dia 30 de junho. Para o líder do governo, Aloizio Mercadante (PT-SP), por causa do número de CPIs em funcionamento, a instalação dessa comissão deveria ser avaliada.

Fonte: Radiobrás

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações