CPI dos Bingos ouve na terça-feira o ex-secretário nacional de Segurança Pública Luiz Eduardo Soares

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos, que investiga o envolvimento do ex-assessor da Casa Civil Waldomiro Diniz com bingos e campanhas políticas, reúne-se na próxima terça-feira (2), a partir das 10h, quando vai ouvir Luiz Eduardo Soares, ex-secretário Nacional de Segurança Pública, e Sérgio Canozzi, empresário do jogo no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro.

Na quarta-feira (3), a partir das 10h, a CPI vai ouvir os dirigentes da Gtech, multinacional que operava os sistemas de loteria da Caixa Econômica Federal, Antônio Carlos Lino da Rocha, ex-presidente da Gtech Brasil, Marcelo José Rovai, ex-diretor da Gtech Brasil, e Enrico Gianelli, advogado da Gtech Brasil.

O depoimento do jornalista Mino Pedrosa, ex-assessor de Carlos Cachoeira, está marcado para a próxima quinta-feira (4), a partir das 10h. Após seu depoimento, a CPI vai ouvir também Rogério Tadeu Buratti, citado pela Gtech como consultor indicado por Waldomiro, e José Luiz do Amaral Quintães, ex-assessor da Caixa e Consultor da Loterj na época que Waldomiro Diniz dirigia a empresa. Só na semana seguinte, dia 11, será tomado o depoimento de Waldomiro Diniz, o mais aguardado da CPI.

A CPI dos Bingos é presidida pelo senador Efraim Morais (PFL-PB) e tem como relator o senador Garibaldi Alves (PMDB-RN).

Fonte: Agência Senado

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações