Deficientes auditivos superam os limites na natação

O segundo módulo do projeto “O esporte superando limites” foi lançado hoje no salão nobre do Estádio Rei Pelé, em Maceió. Este módulo é voltado para portadores de necessidades especiais auditivas.

A prática da natação para os deficientes é fruto de uma parceria entre as Secretarias Executivas de Esporte e Lazer e Educação, que se uniram com o objetivo de desenvolver o aprendizado da natação e preparar os alunos para participar de competições, estimulando o processo de inclusão social.

Inicialmente a turma beneficia 20 alunos, que estão matriculados na rede pública de ensino, pré-requisito para fazer parte do grupo. As aulas são realizadas duas vezes por semana, sob o comando do professor Higino dos Santos, que recebe o auxílio de um intérprete da linguagem dos sinais.

Os atletas irão aprender os quatro estilos de nado: borboleta, peito, costas e craw. “O esporte superando limites” foi lançado em maio com o módulo de judô para portadores de necessidades especiais visuais.

O Secretário Executivo Esporte e Lazer, Paulo Corintho fez uma visita à natação no início do mês, onde constatou a viabilidade e importância das aulas para a turma. “Provavelmente, no futuro, teremos uma alguns medalhistas especiais”, analisa.

Fonte: SEEL

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações