CPI pode pedir prisão preventiva de Marcos Valério

Os integrantes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) mista dos Correios votam nesta quarta-feira, às 10h, um requerimento para pedir a prisão preventiva do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, apontado como o operador do suposto "mensalão", o prêmio mensal pago pelo governo a parlamentares da base aliada.

Nesta mesma reunião, os integrantes da CPI também devem discutir o requerimento de convocação do ex-ministro da Casa Civil e deputado federal José Dirceu (PT-SP), que também estaria envolvido no esquema, segundo acusações do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ).

No último dia 19, o sub-relator da CPI dos Correios, Gustavo Fruet (PSDB-PR), afirmou que iria solicitar à comissão o encaminhamento para o Ministério Público de Minas Gerais e ao Ministério Público Federal do pedido de prisão preventiva de Marcos Valério.

Uma CPI tem poder para encaminhar um pedido ao Ministério Público, mas só o Ministério Público pode levar o pedido de prisão à Justiça.

Segundo Fruet, Valério pode mandar destruir eventuais provas sobre a existência do "mensalão" ou de irregularidades que possam comprometê-lo.

Fonte: Folha Online

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações