Renan nega acordo para abafar CPIs

O presidente do Senado respondeu nesta quarta-feira (3) à acusação do senador Pedro Simon (PMDB-RS) de que os líderes partidários, reunidos à tarde, estariam procurando chegar a um acordo para abafar as investigações das comissões parlamentares de inquérito (CPIs) que estão em andamento no Congresso. Renan Calheiros disse que a reunião teve como finalidade ajustar os calendários das comissões permanentes do Senado e das CPIs.

– Em todo momento dei força às investigações e defendi as comissões de inquérito. O Congresso retoma a sua legitimidade e a sua responsabilidade por meio da investigação – argumentou o presidente do Senado, explicando que é preciso estabelecer datas e horários de forma que todas as comissões,inclusive as CPIs, possam funcionar.

O senador Antônio Carlos Magalhães elogiou a atuação de Renan na presidência do Senado e criticou Pedro Simon, dizendo que ele, às vezes, comete injustiças. Luiz Otávio (PMDB-PA), Ney Suassuna (PMDB-PB) e Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) também apoiaram o presidente do Senado e a iniciativa de organizar a agenda das comissões.

Fonte: Agência Senado

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações