CGU começa a ouvir acusados de irregularidades nos Correios

Brasília – A Controladoria-Geral da União (CGU) ouve, a partir de hoje, ex-diretores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Há quase um mês, uma comissão da CGU investiga o envolvimento de quatro ex-diretores em irregularidades. São eles: Antônio Osório Menezes Batista, ex-diretor de Administração; Eduardo Medeiros de Morais, ex-diretor de Tecnologia e Infra-Estrutura; Maurício Coelho Madureira, ex-diretor de Operações; e Ricardo Henrique Caddah, ex-diretor econômico-financeiro. Todos ainda têm algum vínculo empregatício com a empresa.

O cronograma de depoimentos ainda não foi definido. Segundo o subcontrolador-geral da União, Jorge Hage, a comissão, que deve concluir os trabalhos em 30 dias, espera verificar as responsabilidades dos ex-diretores na execução dos contratos e descobrir se eles foram beneficiados pelas irregularidades já constatadas pela CGU.

No mês passado, a CGU divulgou um relatório parcial que aponta irregularidades em contratos dos Correios para aquisição de medicamentos, compra de impressoras portáteis e área de correio noturno. As falhas causaram prejuízos de, pelo menos, R$ 54,6 milhões aos cofres públicos.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações