Lessa pede agilidade nas obras da Ceasa e do Detran

O governador Ronaldo Lessa pediu agilidade nas obras de construção da nova Ceasa e da sede do Detran, que passarão a funcionar no bairro do Tabuleiro. Com relação à central de abastecimento, falta ao Estado negociar a desapropriação de uma segunda área incluída no projeto. Lessa determinou à Secretaria Executiva de Administração, Recursos Humanos e Patrimônio a compra do terreno junto à antiga fábrica Forene.

Em reunião realizada hoje, em Palácio, com os secretários Valter Oliveira (Administração), Sérgio Dória (Gestão e Finanças) e Francisco de Souza (Infra-Estrutura), além do presidente do Ideral (Instituto de Desenvolvimento Rural e Abastecimento), Corintho Campelo, Lessa solicitou que fosse feita uma nova avaliação do imóvel a ser desapropriado para agilizar a conclusão das obras da central.

Também foi discutido no encontro a transferência dos cerca de 600 feirantes para a nova Ceasa, que vem sendo construída com recursos próprios do governo estadual. “A mudança dos feirantes terá que ser feita com critérios para que ninguém saia prejudicado”, disse Campelo.

Detran – Na reunião, o governador também pediu pressa na construção da sede do Detran, que será transferido para a área onde funcionava a fábrica Fives Lille, também no Tabuleiro. “O Estado precisa liberar a área do Pontal para a implantação de um empreendimento turístico”, disse Lessa, acrescentando que a obra deve estar pronta no prazo máximo de seis meses. A nova sede do órgão levará o nome do empresário José Aprígio Vilela.

Para acelerar a obra, orçada em R$ 9 milhões, Lessa propôs que nessa primeira etapa fosse retirada do projeto a construção do auditório, com capacidade para 600 pessoas. O equipamento aumentaria o custo em cerca de R$ 1 milhão.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações