Exportações de petróleo garantem saldo positivo na balança comercial do Rio de Janeiro

A balança comercial do estado do Rio de Janeiro fechou o mês de julho com um superávit comercial de US$ 356,7 milhões, resultado expressivo quando comparado com o déficit comercial de US$ 44,8 milhões registrado no mesmo mês do ano passado.

Os dados fazem parte do Boletim de Comércio Exterior (Rio Exporta), divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que atribui o desempenho favorável da balança à contabilização equivocada, no mês de julho, das exportações de petróleo realizadas no mês de junho.

Com o "equívoco da Receita Federal", segundo a chefe da Assessoria de Pesquisas Econômicas da Firjan, Luciana de Sá, as exportações totais do estado foram elevadas a US$ 965 milhões no mês passado e o superávit na balança comercial cresceu 96,4% em relação a julho de 2004. "As exportações haviam sido realizadas, de fato, no mês de junho", explicou.

Já as importações atingiram, em julho, US$ 608,3 milhões, com expansão de 13,4% em relação a igual período no ano passado e de 13,6% no acumulado deste ano.

O boletim da Firjan indica que também contribuíram para o resultado positivo na balança as indústrias química e de material de transporte. Desde de outubro de 2004 as exportações do estado vêm mantendo um ritmo de crescimento de 20% a 25% ao ano. Os Estados Unidos, de acordo com o boletim, são o principal parceiro comercial do estado: responderam, em julho, por 16,7% das exportações e por 19,4% das importações.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações