Árbitro Edílson Pereira de Carvalho é preso após acusações

O árbitro Edílson Pereira de Carvalho foi preso em uma ação conjunta da Polícia Federal e do Ministério Público de São Paulo, neste sábado, depois da revelação de envolvimento em um esquema de manipulação de resultados nos jogos do Campeonato Brasileiro, beneficiando sites de apostas ilegais.

Carvalho, que apita sob a chancela da Fifa (Federação Internacional de Futebol Association), recebeu a prisão temporária de cinco dias, mas ainda pode recorrer. As informações são da "Rádio Jovem Pan".

Juntamente com o árbitro Carvalho, o empresário Nagib Fayad também foi detido. Segundo investigações, ele era um dos responsáveis pela corrupção, negociando diretamente com o juiz.

De acordo com a revista "Veja" deste fim-de-semana, a fraude foi causada por sites de apostas ilegais, em uma espécie de loterias eletrônicas, cujas apostas chegariam a R$ 200 mil. Para que o esquema tivesse sucesso, dois árbitros eram subornados, entre eles, Carvalho.

Caso seja respeitado o CBDJ (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), todos os 11 jogos que tiveram Carvalho como árbitro podem ser cancelados.

Botafogo, Corinthians, Fluminense, Internacional, Santos, São Paulo e Vasco foram os times que tiveram partidas comandadas pelo juiz. Até o momento, o presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Luiz Zveiter, não se manifestou sobre o conteúdo da revista.

Fonte: Uol

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações