Polícia britânica interrogou Charles sobre morte de Diana

A polícia do Reino Unido interrogou o príncipe Charles sobre a morte de sua ex-mulher, Diana de Gales, num acidente de trânsito em Paris em 1997.

Lorde Stevens, ex-comissário-chefe da Scotland Yard –a Polícia Metropolitana britânica–, conduziu o interrogatório na semana passada na Clarence House, a residência oficial do herdeiro do trono, informa hoje o The Sunday Times.

O interrogatório, centrado nos fatos que levaram à morte da princesa, durou várias horas, diz a publicação. Um porta-voz da Clarence House confirmou o ocorrido, mas se recusou a dar detalhes da conversa entre o príncipe de Gales e o policial.

Segundo o "The Sunday Times", Stevens tinha a intenção de perguntar a Charles sobre as "esdrúxulas acusações" segundo as quais o herdeiro do trono estaria envolvido num complô para matar Diana.

As acusações sobre um suposto complô estão contidas numa carta de Diana na qual ela dizia suspeitar que Charles e seus amigos planejavam sua morte.

"Meu marido planeja ‘um acidente’ de automóvel, um falha nos freios ou ferimentos cranianos graves, porque assim terá o caminho livre para se casar", diz a carta que a princesa escreveu para seu ex-mordomo Paul Burrell 10 meses antes de morrer.

Embora as autoridades francesas tenham investigado exaustivamente as circunstâncias do acidente, ocorrido num túnel junto ao Rio Sena, um juiz britânico ordenou uma investigação própria para acabar logo com "os atos da pura ficção".

Os amigos do príncipe de Gales acham que o encontro com o alto funcionário da Scotland Yard servirá para pôr fim aos rumores que atribuem a morte da popular princesa a uma conspiração.

Diana morreu num acidente de trânsito quando a Mercedes na qual estava, junto com seu namorado, Dodi Fayed, bateu no túnel. O motorista, Henri Paul, perdeu o controle do veículo enquanto tentava escapar da perseguição dos fotógrafos que seguiam o casal.

No acidente, morreram Diana, Dodi Fayed e o motorista do veículo, ao passo que o guarda-costas do casal, Trevor Rees-Jones, ficou gravemente ferido.

Fonte: Folha online

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações