Jeepeiros e Sesau na campanha de combate a Poliomielite

A Secretaria Executiva de Saúde estabeleceu uma parceria com o Jeep Club de Maceió “Força e Raça” para vacinar crianças que moram em áreas de difícil acesso. A ação ocorre amanhã e faz parte da 1º Etapa da Campanha Nacional Contra a Poliomielite.

Cerca de 30 Jeeps visitarão 14 municípios do Estado junto com a equipe da Sesau e vacinarão 40.846 crianças menores de cinco anos, em municípios que compreendem litoral norte, sertão, zona da mata e agreste além das áreas indígenas.

A Coordenadora do Programa de Vacinas do Estado, Leila Moraes, explicou que para chegar às áreas indígenas a Sesau estabeleceu uma parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) que cedeu o corpo técnico necessário para a realização da ação.

“Entre os problemas que justificaram o decréscimo na cobertura vacinal nos últimos anos destacam-se a dificuldade de acesso à zona rural, a falta de transportes adequados para as áreas de difícil acesso além da falta de apoio e integração entre os órgãos das três esferas públicas. Então a parceria com o Jeep Club e com a Funasa ataca frontalmente as causas do problema e contribui decisivamente para que possamos atingir nosso objetivo e consequentemente ajudar toda a população alagoana”, disse Leila.

Poliomielite

A Secretaria Executiva de Saúde inicia amanhã no município de Satuba a 1º etapa da Campanha Nacional Contra a Poliomielite que tem como objetivo vacinar 95% das crianças de Alagoas e manter a erradicação da doença no Estado.

O slogan da campanha deste ano é “O seu filho quer duas gotinhas de sua atenção” e demonstra a preocupação da Secretaria e do Ministério da Saúde com o decréscimo nas coberturas vacinais em todo o país durante os últimos anos.

Segundo a coordenadora do Programa de Vacinação de Alagoas, Leila Moraes, a população tem que entender a necessidade do comparecimento a todas as etapas das campanhas. “Não é porque conseguimos no momento erradicar a doença que devemos esquecer da importância das vacinas, pois apesar de não haver registro da doença no país nos últimos 17 anos existem ainda regiões como a África e o sudoeste da Ásia que há incidência da doença pondo em situação de risco todos os demais países”, explicou.

A segunda etapa da campanha será realizada no dia 26 de agosto e a meta é que em Alagoas sejam vacinadas 343.038 crianças entre 1 e 5 anos, de um total de 362.000. “Em 2005 observamos que 53,92 % ou 55 municípios não atingiram a cobertura preconizada e que 14,70% ou 15 municípios estão sem informações no sistema o que compromete a cobertura vacinal e homogeneidade do estado”, disse Leila.

“É indispensável para manter erradicada a Pólio no Brasil que sejam realizadas a vacinação de rotina, as campanhas anuais e o acompanhamento sistemático de ocorrência de paralisias agudas em menores de quinze anos, é necessário que a população de Alagoas compareça e contribua para esta ação” finalizou a Coordenadora.

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações