Hemoal e Hemoar prorrogam Campanha de Doação de Sangue para o Carnaval

Ascom/HemoalCampanha de Doação de Sangue para o Carnaval

Campanha de Doação de Sangue para o Carnaval

Os Hemocentros de Alagoas (Hemoal) e Regional de Arapiraca (Hemoar) prorrogaram, até a sexta-feira (13), a Campanha de Doação de Sangue para o Carnaval. Iniciada na segunda-feira (2), a ação visa formar um estoque estratégico para atender a demanda transfusional durante as festas de momo e irá distribuir uma camisa para cada doador.

As doações de sangue podem ser realizadas na sede do Hemoal Trapiche, situada na Rua Dr. Jorge de Lima, próximo ao Estádio Rei Pelé. O órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, e das 8h às 12h, durante os sábados. Também é possível se candidatar à doação no Hemoal Farol, situado no Hospital do Açúcar, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h.

No interior, as doações podem ocorrer no Hemoar, situado na Rua Dr. Geraldo Barbosa, no centro de Arapiraca, sempre de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14 às 18. E para facilitar o acesso dos doadores que não podem se deslocar até o Hemoal e Hemoar, serão realizadas duas coletas itinerantes ao longo desta semana.

Nesta terça-feira (10), em frente à TV Pajuçara, na Rua Ângelo Neto, no bairro Farol, a Unidade Móvel do Hemoal estará coletando sangue das 8h às 16h. Já na quarta-feira (11), a coleta externa irá ocorrer no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), situado na Rua Antônio Procópio, vizinho a Cicosa Seminovos.

Para doar sangue – Segundo a assistente social Maria das Graças Padilha, para se tornar doador de sangue, é imprescindível que o voluntário tenha boa saúde, idade entre 16 e 69 anos e no mínimo 50 kg. No caso dos menores de 18 anos é imprescindível estar acompanhado dos pais ou portando um documento de identificação oficial e original deles.

“O voluntário não pode ter contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e hepatite após os 10 anos. E os doadores que irão repetir o procedimento, é estipulado um intervalo de dois meses para os homens e três para as mulheres. Em se tratando das gestantes e lactantes, não é permitida a doação”, orienta a assistente social.

Fonte: Ascom/Sesau

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações