Brasil


VÍDEO: Aluno descontrolado xinga e agride professora em biblioteca

Colegas caem na risada enquanto estudante até "passa a mão" na professora em Araçuaí.

(Foto: Facebook / Reprodução)

(Foto: Facebook / Reprodução)

O vídeo de uma briga entre um aluno de 14 anos e uma professora na Escola Estadual Dom Jose de Haas, em Araçuaí, no norte de Minas, provocou revolta no Facebook. O estudante xinga a professora, joga os livros dela no chão, dá tapas e, não satisfeito, ainda passa a mão nas partes íntimas da educadora.

O jovem estuda na 6º série e, segundo a vice-diretora, esteve internado por decisão judicial em 2014 por ter agredido um jovem com um tijolo. Silvana da Cunha Melo reclama:

— Ele nunca respeitou ninguém, não tem limite. A professora ficou tão constrangida que nem denunciou no dia. Quando fiquei sabendo, a levei na delegacia para fazer boletim de ocorrência. O vídeo não mostra, mas ele chegou a dar um chute nela.

O caso aconteceu no dia 10 de abril deste ano, mas o vídeo só foi postado na internet nesta semana. Silvana explica que não permitiu a entrada do aluno na escola depois do episódio:

— No dia 23 de abril convocamos o colegiado e ficou decidido que ele não seria mais aceito até uma decisão judicial, que até hoje não ocorreu. Em protesto, ele veio até a porta da escola, ficou chutando o portão e ameaçou quebrar o meu carro.

Segundo a vice-diretora, o jovem tem estrutura familiar “complicada”.

—  O irmão mais velho já foi preso, o lugar em que mora é difícil, tudo contribui. Quando os pais não ajudam na formação, não comparecem na escola, é complicado. Hoje em dia o aluno faz o que quer e o professor não é respeitado.

As agressões são testemunhadas por outros alunos, que riem. “Você é feia, desconfia. Você tem homem?”. Ele joga os livros no chão e dá ordens: “vai pegar, p…, vai pegar agora”. Ele ainda toca as partes íntimas da educadora.  ”Está com medo de se sentir ofendida? nao vai falar nada? Você está tremendo, querida? E se eu pegar nos seus p…? Vagabunda”. Diante das agressões, a professora também perde o controle, xinga e chega a dar um tapa no aluno.

Em nota, a Secretaria de Educação afirma que uma superintendente e uma coordenadora vão a Araçuaí nesta quarta-feira (27) para apurar o caso e têm reunião marcada com a direção da escola, professores pais e o colegiado. A secretaria afirma que ” a primeira providência será identificar os antecedentes sem perder de vista os dois sujeitos envolvidos na situação” e que “sabe da importância de desenvolver ações com foco na prevenção e enfrentamento da violência física e psicológica no ambiente escolar” .

Veja o vídeo:


6 Comments

  • A DESCULPA É ESSA TEM UMA FAMÍLIA DESESTRUTURADA. JÁ PENSO SE TODAS AS PESSOAS QUE SÃO POBRE E FOSSE AGIR ASSIM É ………… O MUNDO ESTARIA PERDIDO. PROFESSOR ALÉM DE GANHAR UM SALÁRIO DE FOME E AINDA TEM QUE CONVIVER COM ESSE TIPO DE ABERRAÇÃO. É PRECISO QUE ESTA LEI DA REDUÇÃO MAIORIDADE SEJA APROVADA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

    • Maria, esse é o tipico argumento que busca polarizar a situação. O jovem em questão tem apenas de 14 anos de idade e não estaria sujeito a lei da redução da maioridade penal. Tenho pena por vc enxergar a situação dessa maneira tão escrota. É necessario mais investimento em educação e uma melhor estruturação gorvernamental no que toca educação. Queria ver esse piralho fazer isso na frente dos pais.

  • Pelo visto, não é só ele. Ele tem plateia que aplaude, incentiva e ri.
    E sou capaz de dizer que não é a primeira vez que faz isto. Ele se porta de maneira confiante, acima de tudo e de todos. Imagino quando levantarem a ficha deste sujeito….

    Gostaria que a diretoria desta escola, honrasse o nome de todos os professores deste pais chamado Brasil e, de forma exemplar, aplicasse as medidas cabíveis junto aos órgãos competentes.
    E que seus pais ou responsáveis também respondessem por isso.

    E, finalmente, espero que ele peça desculpas publicas e que isso seja gravado e postado na internet. Juntamente com sua platéia. Assim, ele (e sua platéia) poderão ver, ouvir e sentir toda indignação que assombrou cada canto deste pais. Assim, quem sabe assim – por medo mesmo – se tornem seres respeitáveis.
    Att.

  • O vontade de esfregar a cara de uma praga dessa no asfalto. Familia desestruturada não é licença para ser uma bosta como ele.

  • Este garoto deveria se assumir e deixar de descontar na professora… Pessoas que não se aceitam e descontam nos outros… são uma das piores. Ridículo. Família complicada, quem não tem?

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>