Deputado é acusado de agressão em casa de shows em Maceió

Alagoas24HorasDudu Holanda denunciou plano para matá-lo

Dudu Holanda

Protagonista de várias polêmicas, o deputado Eduardo Hollanda (PSD) se envolveu em mais um episódio na noite desta sexta, 6, ao ser acusado de agredir uma mulher dentro de uma casa de shows localizada no Stella Maris, em Maceió. A denúncia ‘ganhou’ as redes sociais com fotos e vídeos. A reportagem do Alagoas 24 horas tenta contato com o parlamentar para saber a sua versão sobre o incidente.

Segundo relato de testemunhas, o parlamentar teria chegado ao estabelecimento bastante ‘alterado’ e agredido uma mulher que reagiu a sua abordagem. O incidente foi confirmado pelo chefe da segurança ao gerente do estabelecimento, Felipe Carvalho.

Em entrevista ao Alagoas 24 horas, Carvalho explicou que não estava na casa na noite de ontem e por isso não poderia dimensionar a gravidade da agressão, mas confirmou que tanto o deputado quanto a jovem foram retirados do estabelecimento após o incidente. O gerente explicou, ainda, que em casos graves, a própria casa de shows registra boletim de ocorrência, para posteriormente não ser acusada de negligência.

A reportagem também tenta confirmar junto à Polícia Civil de Alagoas se a jovem agredida registrou boletim de ocorrência na Central de Flagrantes de Maceió.

Dudu Hollanda retomou seu mandato no dia 8 de setembro, após menos de um mês de afastamento para tratamento de saúde. A licença pedida foi de 120 dias, no entanto, o parlamentar surpreendeu a todos voltando com menos de um mês às suas atividades. “Volto recuperado, totalmente tratado. Recebi o apoio dos colegas, dos amigos e estou retornando aos trabalhos, a cadeira na qual o povo me elegeu para trabalhar em prol dos alagoanos”, disse o deputado há época. Antes do tratamento, ele usou a sua página no Facebook para denunciar uma suposta tentativa de homicídio.

Esta semana, Hollanda sofreu uma derrota importante. O pleno do Tribunal de Justiça considerou inconstitucional o decreto legislativo que sustava a ação penal por agressão com Dudu que tramita na corte. Seus pares pretendiam que ele só fosse julgado após encerrar o mandato. Com a derrubada, Dudu será julgado pela agressão ao então colega Paulo Corintho, que teve parte da orelha arrancada durante uma festa de réveillon.

Veja Mais

8 Comentários

  • Decepcionado says:

    TÁ NA HORA DE TOMAREM O MANDATO DESSE PELEGO.

  • maria julia says:

    Pergunta de um alagoano,a secretaria de segurança publica.
    Sr. secretário da segurança publica do estado das alagoas,se fosse um rafamé,estaria onde.

  • Covarde!! says:

    Quero ver até quando a justiça vai continuar segurando os processos dele debaixo dos braços!!

  • adriana says:

    Parabéns Dep. se é que o Sr. Praticou. Só presta assim pra essas mulheres interesseiras. parabens

  • alexandre says:

    ESSE SIM HONRAM OS SEU ELEITORES.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • alexandre says:

    ESSE SIM HONRAM OS SEU ELEITORES,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • wilson says:

    OUTRA VEZ? ESSE ELEMENTO VIVE SE ENVOLVENDO EM CONFUSÃO. PIOR É O ELEITOR QUE VOTA NESSA PECINHA RUIM.

  • EREMITA says:

    Lamentável o ocorrido a esse rapaz. Tenho certeza que ele está arrependido do que fez, pela repercussão negativa ao seu nome e ao nome de sua família, composta por, em sua esmagadora maioria, pessoas de bem. Não que o Dudu não seja uma pessoa de bem, mas que precisa se tratar e considerar que o seu problema é muito sério e que pode ser controlado. Quem está com a responsabilidade de muitos em suas mãos, não pode ser assim. Deveriam exigir, assim como é exigido em outros cargos públicos, avaliação psicológica de candidatos a cargos eletivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações