Formula 1


Em pista molhada, Nico Rosberg pega pole para GP da Hungria

REUTERS/Laszlo BaloghNico Rosberg é pole positon para o GP da Hungria-2016.

Nico Rosberg é pole positon para o GP da Hungria-2016.

O alemão Nico Rosberg conquistou a pole position do Grande Prêmio da Hungria, neste sábado (23), em treino classificatório caótico, interrompido várias vezes pela chuva.

O piloto de 31 anos foi beneficiado por um acidente do espanhol Fernando Alonso, da McLaren, que rodou na curva 9 e impediu Lewis Hamilton, companheiro de equipe e grande rival do alemão, de completar sua última volta rápida. O britânico, que está apenas um ponto atrás do líder Rosberg no campeonato, teve que se contentar com o segundo lugar.

“O que aconteceu com Fernando foi infeliz, não estou tão decepcionado, são coisas que acontecem”, reagiu o atual bicampeão do mundo, que já triunfou quatro vezes na Hungria. “Eu dei meu máximo e sei que a corrida será longa”, avisou Hamilton.

Rosberg, que na sexta-feira (22) anunciou a renovação do seu contrato até 2018, está tendo um fim de semana perfeito: depois de dominar todos os treinos livres, somou a 26ª pole da sua carreira, a quarta da temporada. Ele foi o único a completar uma volta abaixo de 1 minuto e 20 segundos (1:19.965), 143 milésimos mais rápido que Hamilton.

Rosberg teria ignorado bandeiras amarelas e pode ser investigado

O treino classificatório do alemão, porém, foi manchado por um erro que pode ser fatal: de acordo com Christian Horner, diretor da Red Bull, Rosberg ignorou bandeiras amarelas agitadas depois do acidente de Alonso e deve ser investigado pelos comissários.

“Não acho que seja um problema porque eu realmente levantei o pé do acelerador”, minimizou o líder do campeonato. “As condições estavam realmente complicadas o tempo todo, mas eu me senti bem o fim de semana todo. Estou ansioso para a corrida de amanhã, será uma grande oportunidade de fazer a diferença no campeonato”, completou.

Fortes pancadas de chuva deixaram a pista totalmente encharcada, adiando em vinte minutos o início do Q1, que precisou ser interrompido quatro vezes por causa das condições precárias. No total, o processo durou duas horas, o dobro do habitual.

Vários pilotos rodaram na pista molhada

Além de Alonso, muitos outros pilotos rodaram na pista do Hungaroring. Ainda no Q1, brasileiro Felipe Massa, da Williams, que pagou caro a ousadia, por ter tentado usar pneus intermediários enquanto a pista ainda estava muito escorregadia e largará apenas em 18ª. Já Felipe Nasr, da Sauber, conseguiu se classificar para o Q2 e obteve o 16º tempo.

A Red Bull confirmou a boa fase ao ocupar a segunda fila, com o australiano Daniel Ricciardo (3º) e o holandês Max Verstappen (4º), deixando mais uma vez para trás as Ferraris do alemão Sebastian Vettel (5º) e do finlandês Kimi Räikkönen (14º).

Fonte: RFI

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>