quarta, 01 de outubro de 2014
parcialmente nublado23ºCMaceio
 
Mala direta, Assine!

Cadastre-se e receba nossa mala-direta com os destaques do dia. Muito mais comodidade para voce!

Curta a nossa Fanpage Siga-nos no Twitter Assine o FEED
00:00:00

Bispo Filho

Bispo Filho

Bispo Filho é Administrador de Empresas e Estudante de Jornalismo, foi Coordenador da Abordagem Social e do CREAS-POP da SEMAS.

Páginas:
Primeira página Página anterior
12345
Próxima página Última página
Alagoas24horas
Bispo Filho
Bispo Filho

A partir de quarta feira (04 de junho) estarei deixando temporariamente de escrever aqui neste blog do Alagoas24horas, pois sou Pré-Candidato à Deputado Estadual pelo PSB nestas eleições de outubro de 2014.

Neste breve período em que estive colocando minhas ideias e meus anseios de uma Alagoas que busca a Paz, tivemos até a data de hoje mais de 520 mil acessos, demonstrando assim que os leitores entenderam e gostaram do que mostramos aos alagoanos; um caminho, uma direção daquilo que entendemos ser o melhor para uma sociedade mais justa, solidária e porque não dizer mais feliz.

Agradeço de coração a cada um destes internautas que tiveram a consideração de nos presentear com seus acessos, obrigado.

No entanto, as dificuldades encontradas por mim para concretizar meus projetos e minhas ideias me levaram a tomar esta decisão de postular uma cadeira na Assembléia Legislativa de Alagoas.

No momento oportuno mostrarei quais os projetos e ideias que imagino para minha querida Alagoas, sei que em todas as eleições esperam-se sempre mais dos políticos. Trazem na agenda de trabalho grandes promessas de discussão de matérias importantes como segurança, saúde, educação e formação, emprego, etc, mas invariavelmente acabam por frustrar a todos.

O homem é, por natureza, um ser político e social, conforme já afirmou um renomado filósofo. Ele sempre está envolvido em alguma atividade relacionada às outras pessoas.

Por essa razão, jamais pode ser comparado a uma ilha.

Com os seus direitos e deveres inalienáveis tem uma vida de alegrias ou dissabores, realizações ou frustrações que são frutos dos reflexos de seu caráter, pensamentos e atitudes.

Se a miséria dos nossos pobres não é causada pelas leis da natureza, mas pelas nossas instituições, grande é a nossa culpa.

(Autor desconhecido)

O importante mesmo é seguir o lema:

“NÃO DIGAS AO MUNDO O QUE ÉS CAPAZ, DEMONSTRE-O!”.

Compartilhe

mais opções
Bispo Filho
Por Uma Vida Sem Drogas
Por Uma Vida Sem Drogas

O uso de drogas é um fenômeno social complexo em que intervêm questões de valores e de sentido. Logo, a prevenção ao uso indevido de drogas, longe de ser neutra, contém elementos ideológicos que podem mascarar suas finalidades.

Por esta razão, a reflexão ética sobre seus objetivos, conteúdos e procedimentos é fundamental para que suas ações tenham credibilidade e eficácia. Analisa-se criticamente a prevenção de enfoque repressivo, baseada na pedagogia do terror, à qual se opõe o modelo da prevenção pela educação.

Aí, cabe à escola um papel fundamental para despertar o potencial psico-afetivo e criativo do jovem para levá-lo a efetuar opções conscientes e responsáveis pela sua saúde. Esta é discutida no contexto amplo da ecologia humana, em que as drogas são apontadas como um dos agressores que ameaçam o equilíbrio social e ambiental, a ser resgatado a partir de uma ética da responsabilidade.

As consequências da assustadora escalada das drogas podem ser comprovadas nos boletins de ocorrência de qualquer delegacia de polícia. De fato, o tráfico e o consumo de drogas estão na raiz da imensa maioria dos assassinatos. E o que é pior: a idade das vítimas e dos criminosos é cada vez menor. A detenção de crianças, algumas com menos de dez anos, com papelotes de cocaína e cigarros de maconha, é uma triste rotina nas rondas policiais.

Observa-se, lamentavelmente, um crescente movimento a favor da discriminação das drogas, sobretudo da maconha. Bandeira frequentemente agitada em alguns setores da mídia e em redutos de profissionais da saúde, a discriminação não ajudará em nada. Ao contrário. Como afirmou o respeitado psiquiatra Ronaldo Laranjeira, professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e coordenador da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (UNIAD), “os artigos recentes mostram de uma forma inquestionável que o consumo de maconha aumenta em muito o risco dos jovens desenvolverem doenças mentais”. E sublinhou o especialista: “Do meu ponto de vista, essa geração que consome maiores quantidades de maconha do que a geração anterior pagará um alto preço em termo do aumento de quadros psiquiátricos.”

A verdade, caro leitor, precisa ser dita. Não se pode admitir argumentos politicamente corretos quando o que está em jogo é a vida das pessoas. O hediondo mercado das drogas está dizimando a juventude. Ele avança e vai ceifando vidas nos barracos da periferia abandonada e nas baladas dos bares e boates frequentados pela juventude bem-nascida.

A prevenção e a recuperação, únicas armas eficazes a médio e longo prazo, reclamam um apoio mais efetivo do governo e da iniciativa privada às instituições sérias,como o PROERD e aos grupos de autoajuda que lutam pela prevenção e reabilitação de adictos, respectivamente.

Queixam-se os políticos da força do crime organizado.

Multiplicam-se os discursos demagógicos e a transferência das responsabilidades.

Apoiar pesadamente os grupos de autoajuda e criar em Alagoas um Batalhão da Policia Militar do PROERD seria, sem dúvida, uma maneira prática e estratégica de atacar a raiz da criminalidade.

Esperemos que o Governo Federal e o Governo Estadual falem menos e façam mais.

Compartilhe

mais opções
  • PAULO CESAR MEDEIROS02/06/2014 09h49 comentou:
  • Os politicos tem mas é que temer a Deus e cuidarem mas com seriedade do povo e dar saúde e educação e segurança deixarem os maconheiros com a igreja pois só ela é capaz de recuperálos com o poder de Deus,os viciados já estão partindo para drogas mas fortes como o krac vai liberar.
Comunidade Nova Jericó
Curso de Conselheiro Terapêutico
Curso de Conselheiro Terapêutico

Será realizado na Comunidade Nova Jericó nos dias 06, 07 e 08 de junho, o curso de Conselheiro Terapêutico ministrado pelo Instituto Minesota, e chancelado pela Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas – FEBRACT – presença e aula de Juliano Pereira e Lucas Roncatti, professores da FEBRACT.

O curso será coordenado pelo Diretor da Comunidade Nova Jericó, Missionário Anderson, maiores informações pelos telefones:

3263 1872

8722 8756

E pelo e-mail :

novajerico@hotmail.com

Aumente seus conhecimentos sobre Dependência Química participando deste curso.

Compartilhe

mais opções
ASCOM- SEPAZ
SEPAZ Curso sobre Codependencia
SEPAZ Curso sobre Codependencia

Para ampliar a formação de profissionais capacitados a atuar com dependência química, a Secretaria de Estado de Promoção da Paz (Sepaz) promove, neste sábado (31), um minicurso sobre dependência química no auditório do Centro de Convenções, das 8h às18h.

O objetivo do curso é orientar estudantes e profissionais da área de Medicina, Psicologia, Serviço Social e Direito, entre outros, sobre o que é dependência química, o processo de recuperação dos dependentes e a importância da atenção à família para lidar com a codependência – conscientização de que a família adoece junto com o usuário e também precisa de apoio para a recuperação.

As palestras contarão ainda com um debate acerca das políticas públicas sobre drogas, a rede de atendimento e atenção ao usuário, apresentação do modelo alagoano de acolhimento e a experiência das comunidades terapêuticas.

O evento é gratuito, com carga horária de 10 horas.

Serão disponibilizadas 400 vagas, abertas à população.

As inscrições serão feitas no próprio Centro de Convenções, sábado dia 31 de maio.

Compartilhe

mais opções
Bispo Filho
Carolzinha e Ivan
Carolzinha e Ivan

Esta foto da Criança na bicicleta retrata o principal objetivo da Pedalada por uma vida sem drogas realizada neste domingo, 25 de maio, com sucesso no Corredor Vera Arruda na Ponta Verde aqui em Maceió, que a prevenção às drogas começa na infância, o evento contou com a presença de cerca de trezentos e cinquenta ciclistas dos vários grupos da Capital Alagoana, que citamos abaixo:

Catracas Selvagens, Pedalando Bem Acompanhado, Ciclistas de Maceió, Associação Alagoana de Ciclismo, Tigres, Carcaras de Trilhas, Pedal Leve, Malukus por Natureza, Só Vem Quem Tem Negócio, Bicicletada de Maceió, Pedal Trilha Verde, Sllalom Bike, Bike Ação, Leo Bike, Samciclo, Patins de Maceió.

Contamos com as presenças dos parceiros da Pedalada, do Comandante da Policia Militar de Alagoas Coronel Pinheiro, do Sub Comandante da Policia Militar de Alagoas Coronel Luís Carlos, da Coronel Valdenize Ferreira com o PROERD, do Secretário de Promoção da Paz Adalberon de Sá Junior, do Superintendente de Politica Sobre Drogas Luan Gama, equipe da SMTT, UNIMED que cedeu o espaço no corredor Vera Arruda para às Oficinas do PROERD, de Neto Bike e Larissa Castro dos Catracas Selvagens, da AABB Comunidades com a Assistente Social, Veraleide Nazaré, da Presidente do Forum de Combate às Drogas, Noélia Costa, do Drº Rogério Paranhos Promotor de Justiça, Drº Urânio Paiva Diretor da Clinica Arvore da Vida, Banda de Música da Policia Militar de Alagoas, do Drº Ronnie Reyner Presidente do CONED Alagoas, Psicóloga Rayssa Coutinho Conselheira do CONED Alagoas, Psicóloga Poliana Amorim, Coordenadora do CREAS Flexeiras, Psicologos Danilo Della Justino, Joelma Nunes, Paulo Henrique, e toda a equipe dos Anjos da Paz da Secretaria de Promoção da Paz.

A iniciativa desta Pedalada que começou em São Paulo com o nosso amigo Drº Sergio Castillo, Diretor da Clinica Grand House, veio para Maceió através de Bispo Filho, com apoio da Policia Militar e SEPAZ que se uniram na realização deste evento na intenção de desenvolver um trabalho de cunho social que conscientize os jovens e crianças dos malefícios causados pelas drogas.

A população abraçou a causa comparecendo ao evento e muitos também participando, com a apresentação de vários setores da sociedade, incluindo, escolas, ONG’S, entre outros, além da participação especial da Banda Regimental da Polícia Militar de Alagoas que abrilhantou a festa fazendo a execução de músicas da MPB, oportunidade em que os participantes teceram fortes elogios à apresentação.

O sucesso do evento deve-se aos colaboradores, que acreditaram no Projeto, destacando-se o PROERD da Policia Militar de Alagoas, SEPAZ, UNIMED, SMTT.

Para dar continuidade ao trabalho lançado, pretendemos realizar palestras, gincanas e outras atividades, sem perder de vista o foco principal, que é alertar os jovens sobre a prevenção ao uso e abuso de drogas e dar apoio àqueles que de alguma forma já estão envolvidos com as drogas.

Diga Sim à Vida e Não às Drogas!!!

Compartilhe

mais opções

09h51, 24 de maio de 2014

Pituconha: Mais um Modismo Imbecil

Google Ilustrações
Pituconha
Pituconha

Uma nova mania vinda do município de Cabrobó vira febre no sertão de Pernambuco: a cachaça de maconha ou "Pitúconha".

O souvenir é feito de cachaça com raiz de maconha e encontrado facilmente em bares e carrinhos de comida, custando a dose R$ 1 e a garrafa R$30.

Cabrobó é localizada no chamado polígono da maconha, região pernambucana famosa na produção da cannabis, facilitando o acesso a "Pitúconha". As pessoas aproveitam o que sobram das operações realizadas pela polícia na erradicação dos pés de maconha.

De acordo com a perícia realizada Polícia Federal há pequenas concentrações de THC (tetraidrocanabiol), princípio ativo na maconha, nas raízes.

A empresa Pitú Cola disse que a bebida não faz parte da marca de empresa, e disse que tomará as medidas cabíveis contra a violação dos direitos.

Confira a nota enviada pela empresa:

“A Pitú tomou conhecimento da bebida Pitúconha e do uso indevido de sua marca”. “A Pitú tomará todas as medidas cabíveis contra a violação dos seus direitos de propriedade intelectual”.

É de se pensar o que poderia ser feito caso tanta criatividade estivesse a serviço do bem público.

A cada dia surgem novas formas de tentar introduzir drogas na sociedade, principalmente tendo os jovens como foco.

Quero começar deixando claro que acho uma péssima ideia, burrice mesmo, usar drogas.

Expor o cérebro a substâncias que têm grandes chances de perturbar seu equilíbrio tão delicado é brincar de roleta russa, na qual o melhor resultado é algumas horas de prazer simples, mas o pior é o vício, quando os prazeres da vida vão desaparecendo até serem suplantados pela única coisa que ainda funciona: mais droga, a qualquer custo.

Não tenho nenhuma pena, nenhuminha mesmo, de quem escolhe se drogar e sofre as consequências, já que o vício é consequência dessa escolha de brincar de roleta russa com o próprio cérebro.

Não se vicia quem jamais usar drogas.

Admiro isso sim, a força que algumas dessas pessoas têm de reconhecer que tomaram uma péssima decisão ao longo do caminho e buscar ajuda para sair do vício.

Mas pena dos que se drogam e, no processo, ainda criam problemas para os outros, seja por suas próprias ações violentas ou por financiar o tráfico que distribui violência? Não, não tenho.

Por isso sou CONTRA a legalização da maconha, aliás, as únicas pessoas que conheço que acham que usar drogas não é financiar o tráfico são os próprios drogados - curioso quão completo é a transformação que a droga provoca no cérebro, que precisa justificar seus meios.

O problema, a meu ver, é que muito da campanha pela legalização da maconha tem sido pautada sobre a tese de que "maconha não faz mal". Faz, sim.

Muitos estudos já mostraram isso, e mostram que o uso frequente da maconha causa sim, atrofia de partes do cérebro (sobretudo o hipocampo, necessário para a formação de memórias novas; Cousjin et al., NeuroImage 2011), e leva a perda de memória, raciocínio, habilidades verbais e matemáticas, e redução do QI quando começa ainda na adolescência (Meier et al., PNAS 2012).

É hora de parar de mentirinhas e fazer campanha pela razão certa: não porque maconha é "leve" (não é, maconha vicia, e bem rápido), muito menos porque "não faz mal" (faz, sim).

Terrie Moffit, uma das autoras do estudo recém-publicado na PNAS que mostrou que o uso da maconha iniciado na adolescência causa prejuízos cognitivos duradouros, faz um apelo ao qual faço coro aqui.

É preciso cortar a onda atual de desinformação segundo a qual "maconha não faz mal", que está se espalhando, sobretudo entre os mais jovens, e, em seu lugar, incentivar os jovens a dizer "NÃO ÀS DROGAS".

Minha campanha com os jovens é a seguinte. Drogas? Dão prazer, sim, e MUITO, muito muito mais do que a gente consegue pelos próprios meios.

O problema não é o prazer, e sim o vício.

Talvez você não se vicie se usar uma vez só.

Mas usar a primeira vez é o que leva à segunda, e esta à terceira, sobretudo quando ainda se é adolescente.

A maneira comprovadamente segura e garantida de não se viciar é não usar - e a melhor razão para não usar é porque você se informou e DECIDIU não usar.

Não deixe seu prazer momentâneo estragar seus prazeres futuros, nem o prazer dos outros.

Jovem não use drogas use a inteligência!!!!!!

E amanha dia 25 de Maio participe da “Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas” no Corredor Vera Arruda Na Ponta Verde à partir das 08:00hs, esperamos todos vcs lá.

Não conduza sua vida para a morte, viva e com abundância, não use drogas.

Compartilhe

mais opções
ASCOM - SEPAZ
Bispo Filho - Luan Gama
Bispo Filho - Luan Gama

Em visita ao Superintendente de Politicas Sobre Drogas da SEPAZ, Psicólogo Luan Gama preparamos os últimos detalhes da Pedalada por uma vida sem drogas.

Os Anjos da Paz acompanharão todo o trecho da pedalada distribuindo panfletos de prevenção às drogas, como também irão distribuir no corredor vera arruda para as pessoas que passarem, e as que permanecerem no evento ouvindo a banda de música da Policia Militar de Alagoas e participando das oficinas do PROERD.

A Presidente do Fórum Permanente de Combate às Drogas, Noélia Costa Amaral, confirmou hoje a presença do Núcleo de Prevenção do Tribunal de Justiça de Alagoas.

Participarão da “Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas” os seguintes grupos de ciclistas de nossa Capital:

Catracas Selvagens, Pedalando Bem Acompanhado, Ciclistas de Maceió, Associação Alagoana de Ciclismo, Tigres, Carcaras de Trilhas, Pedal Leve, Malukus por Natureza, Só Vem Quem Tem Negócio, Bicicletada de Maceió, Pedal Trilha Verde, Sllalom Bike, Bike Ação, Leo Bike, Samciclo, Patins de Maceió e quem quiser participar.

Venha participar você também e traga toda sua família, após a largada da Pedalada às crianças participarão de oficinas de prevenção às drogas com o PROERD sob o comando da Coronel Valdenise Ferreira da Polícia Militar de Alagoas.

Encontro as 08:00 no Corredor Vera Arruda

Vamos quebrar o estigma da adicção!

É possível uma vida plena, feliz e sem drogas!

Compartilhe

mais opções
ASCOM - SEPAZ
Luan Gama - Adalberon de Sá Junior - Bispo Filho
Luan Gama - Adalberon de Sá Junior - Bispo Filho

O Secretário de Estado de Promoção da Paz Adalberon de Sá Junior e o Superintendente de Políticas Sobre Drogas Luan Gama, entusiasmado com a "Pedalada por uma vida sem drogas", na ocasião o Secretário Adalberon Sá falou da importância da participação das famílias no evento uma vez que teremos oficinas de prevenção as drogas para todas as crianças presentes no Corredor Vera Arruda, já o Superintendente comunicou que estará presente os Anjos da Paz, que distribuirão panfletos informativos de como proceder para internações voluntarias no Projeto Acolhe Alagoas.

A SEPAZ está disponibilizando apoio logístico para a realização do evento que vai reunir mais de 500 ciclistas e suas famílias no Corredor Vera Arruda, em Maceió, no próximo domingo (25).

A saída dos ciclistas será às 8h da manhã, mas quem ficar no Corredor terá acesso a uma série de atividades e oficinas sobre prevenção às drogas.

A Polícia Militar de Alagoas também parceira do evento, marcará presença através do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), coordenada pela tenente-coronel Valdenize Ferreira, além do Programa Vem Ver a Banda Tocar, do Centro Musical, que por sua vez prestarão todo suporte no dia do evento.

Corredor Vera Arruda às 08:00hs - Domingo 25 de maio.

Compartilhe

mais opções
ASCOM - PMAL
Bispo Filho - Coronel Valdenis Ferreira - Coronel Marcus Aurelio Pinheiro
Bispo Filho - Coronel Valdenis Ferreira - Coronel Marcus Aurelio Pinheiro

Em visita ao Comandante da Briosa Polícia Militar de Alagoas, Coronel Marcus Aurélio Pinheiro, onde estive acompanhado da Tenente Coronel Valdenise Ferreira, convidamos o Comandante para participar da Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas, o que foi aceito o convite e estará também presente no evento no próximo domingo no Corredor Vera Arruda.

Participarão da “Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas” os seguintes grupos de ciclistas de nossa Capital:

Catracas Selvagens, Pedalando Bem Acompanhado, Ciclistas de Maceió, Associação Alagoana de Ciclismo, Tigres, Carcaras de Trilhas, Pedal Leve, Malukus por Natureza, Só Vem Quem Tem Negócio, Bicicletada de Maceió, Pedal Trilha Verde, Sllalom Bike, Bike Ação, Leo Bike, Samciclo, Patins de Maceió e quem quiser participar.

Encontro as 08:00 no Corredor Vera Arruda

Vamos quebrar o estigma da adicção!

É possível uma vida plena, feliz e sem drogas!

Venha participar você também e traga toda sua família, após a largada da Pedalada às crianças participarão de oficinas de prevenção às drogas com o PROERD sob o comando da Coronel Valdenise Ferreira da Polícia Militar de Alagoas.

Compartilhe

mais opções
Noélia Costa Amaral
Fórum Permanente de Combate às Drogas
Fórum Permanente de Combate às Drogas

A presidente do Fórum Permanente de Combate às Drogas, Noélia Costa Amaral confirmou sua presença na Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas.

Participarão da “Pedalada Por Uma Vida Sem Drogas” os seguintes grupos de ciclistas de nossa Capital:

Catracas Selvagens, Pedalando Bem Acompanhado, Ciclistas de Maceió, Associação Alagoana de Ciclismo, Tigres, Carcaras de Trilhas, Pedal Leve, Malukus por Natureza, Só Vem Quem Tem Negócio, Bicicletada de Maceió, Pedal Trilha Verde, Sllalom Bike, Bike Ação, Leo Bike, Samciclo, Patins de Maceió e quem quiser participar.

Encontro as 08:00 no Corredor Vera Arruda

Vamos quebrar o estigma da adicção!

É possível uma vida plena, feliz e sem drogas!

Venha participar você também e traga toda sua família, após a largada da Pedalada às crianças participarão de oficinas de prevenção às drogas com o PROERD sob o comando da Coronel Valdenise Ferreira da Polícia Militar de Alagoas.

Compartilhe

mais opções
Páginas:
Primeira página Página anterior
12345
Próxima página Última página
Publicidade
 
© 2005 - 2014, Alagoas 24 Horas | Anuncie
Redação: Avenida Álvaro Calheiros, 342, SL 13 – Blue Shopping – Mangabeiras
contato@alagoas24horas.com.br
Fone/Fax: (82) 3325-2088
id5 soluções web