Blogs


Alegações de empresário não convencem a Polícia Federal

Esta postagem é de total responsabilidade do blogueiro.

O empresário Elias Vilela vai ter muitas dificuldades de convencer as autoridades sobre a inexistência de qualquer participação em suposto pedido de propina às empresas Odebrecht e OAS com relação à construção dos trechos 3 e 4 do Canal do Sertão.

Na Polícia Federal o irmão do ex-governador Téo Vilela, assim como o engenheiro da empresa Cohidro, Gerônimo Leonel, negam qualquer pedido de propina e afirmam que eles participaram de reuniões com representantes de construtoras para tratar apenas de “assuntos institucionais”.  Essas alegações não convenceram a polícia, que não vê nenhuma justificativa para uma pessoa que trabalha no ramo da cana-de-açúcar se reunir com empreiteiros para tratar de assuntos da construção. Elias, assim como outros, podem ter sua prisões preventivas decretadas a qualquer momento a pedido da Polícia Federal.


Veja mais


Pesquisa na internet deflagra “guerra” entre Eduardo Tavares e o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar

Uma simples enquete via internet sobre candidaturas ao Senado, provocou reação imediata do prefeito de Traipu, Eduardo Tavares. Ele denunciou que uma pesquisa eleitoral – e...

Detran faz 17 anos que não realiza concurso público; vistoria pode ser privatizada a exemplo de Goiás

Os trabalhadores do Detran não abrem mão de novas conquistas de trabalho e salariais e denunciam que desde o ano de 2001 que o órgão não realizada um concurso público para a ...

Desarticulado politicamente, governo recua na Reforma da Previdência e expõe deputados e senadores

Senadores e deputados federais da base aliada do governo federal, em todo o Brasil, foram alvos de protestos principalmente em aeroportos. Foi uma demonstração de fraqueza do gov...

Blog do Mousinho

Outros posts de Blog do Mousinho

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>