Aliado do governo é condenado pela Justiça Federal, perde direitos políticos e deverá ressarcir aos cofres públicos mais de 304 mil reais

Joãozinho Pereira, do PMDB, prefeito de Teotônio Vilela, e aliado do governador Renan Filho foi condenado pela Justiça Federal por improbidade administrativa e terá que ressarcir aos cofres públicos 304 mil e 615 reais, além de multa no valor de 30 mil reais. Ele também teve os direitos políticos suspensos por três anos e perda das funções públicas.

O prefeito nega que tenha incorrido em desvio de conduta e deverá recorrer da sentença de primeiro grau. A ação foi em face de que em 2005 Joãozinho tenha feito contratações irregulares de professores e cujos pagamentos realizados com verbas do Fundef. A atual prefeita de Campo Alegre, Pauline Pereira, secretária na época, também foi condenada pela Justiça nega as irregularidades.

2 Comentários

  • Carlinhos says:

    E agora? A quem vão recorrer? Ao padrinho político que os dois deram as costas (BIU DE LIRA)? Ou será que vão recorrer ao novo padrinho e novo super partidário (RENAN)? Família confusa essa! Estão tendo o que merecem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • ALADROAS says:

    STF: suprema tolerância fraternal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *