Com o tema “Conhecer para Tratar” evento promovido pela Recriar e Fennoct lota as dependências da Igreja Sara Nossa Terra

As dependências da Igreja Sara Nossa Terra ficou lotada de pessoas que participaram do 1º dia do evento promovido pela Recriar e Fennoct, cerca de 150 profissionais que trabalham a questão da dependência química nas comunidades terapêutica de vários estados do nordeste brasileiro estiveram presentes nesta formação, que aliás, é de suma importância para a melhoria da qualidade dos serviços prestados por estas entidades aos jovens acolhidos em suas unidades de acolhimento.

Com o tema “Conhecer para Tratar” – Formação em Gestão administrativa financeira”, a Recriar se juntou com a Federação Norte Nordeste de Comunidades Terapêuticas (FENNOCT), o presidente da Fennoct, Célio Luiz Barbosa, mostrou aos presentes a importância da capacitação, “será através da capacitação profissional que teremos uma melhor qualidade na prestação de nossos serviços junto aos acolhidos, estamos muito felizes duplamente hoje, com o evento aqui em Maceió e também com a aprovação pelo senado federal do projeto que altera a política nacional sobre drogas, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 37/2013, aprovado em Plenário, altera o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad), que coordena medidas relacionadas à prevenção do uso de psicoativos, à atenção à saúde de usuários e à repressão ao tráfico, o texto reforça o papel das comunidades terapêuticas no tratamento de dependentes e facilita a internação involuntária, contra a vontade do dependente, o projeto agora segue para a sanção presidencial”, concluiu o presidente da Fennoct.

A programação segue nos três horários e durante a abertura contou com a presença do arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz que destacou a importância do evento que acontece dentro dos preparativos do Centenário da Arquidiocese, o Bispo Franklin Guimarães da Igreja Sara Nossa Terra acolheu os presentes como anfitrião do encontro junto do Dr Ronnie Reyner, do delegado estadual  da Fennoct, Missionário Anderson da comunidade nova gericó e do psicologo Lindonjonson Almeida.

A palestra inicial foi do cônego Walfran Fonseca que contou um pouco da experiência pessoal e dos trabalhos realizados na Arquidiocese de Maceió, e tocou na importância da religião no trabalho terapêutico.
“O trabalho se torna mais humanizado, e mesmo na solidão das pessoas, ele tem o conforto de Deus que está ao seu lado”, disse. Ele também reforçou de estreitar os laços entre as pessoas. “Somente a verdade e o bem edifica todas as pessoas”.

Nos três dias de capacitação, os participantes terão palestras ministradas pelo presidente da FENNOCT, Célio Luiz Barbosa; Dr. Quirino Cordeiro, secretário nacional de cuidado e prevenção às drogas; Padre Walfran Fonseca, presidente do conselho estadual de políticas sobre drogas; Maurício Landre, assessor técnico da FENNOCT; Juliano Santos, especialista em saúde metal; Francelino Carvalho, coordenador de Comunicação da FENNOCT e Paulo Firmino, psicologo da primeira clínica para adolescente do Brasil.

O secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, já se encontra em Maceió, o secretário foi recepcionado pelo Dr Ronnie Reyner da Recriar e pelo Presidente da Fennoct Célio Luiz Barbosa.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações