Blogs


Confete e serpentina, Pierrot e Colombina… E a recuperação? : Texto Danilo Della Justina

Esta postagem é de total responsabilidade do blogueiro.

A recuperação fica seriamente ameaçada, pois são muitas as ofertas de “diversão, prazeres, beleza, alegria (Euforia) e drogas”, principalmente o álcool. Temos uma cultura de que o carnaval é uma festa onde tudo pode e tudo é liberado e a euforia é geral, o que leva sem a menor dificuldade a uma recaída daquelas.

O dependente químico fica exposto a todo tipo de convites, e ofertas nesta época. Uma recaída torna-se não só evidente, como até mesmo atraente, pois seu pensamento é fixo no que está ao seu entorno, e via de regra, nos carnavais passados fez muita “festa”, usou muito nesta época e também muitas vezes teve muitos prejuízos de toda monta. Mas em sua mente, só há as lembranças positivas dos melhores momentos que viveu, e estes o atormentam cada vez, que a oportunidade de voltar ao velho modo de viver, ou seja, usar muita droga de novo aparece.

A família do dependente químico, vítima desta terrível doença, fica refém da situação, envolta em um grande conflito: qual a programação para o carnaval? Volta-se às festas, pois quem usou foi o dependente e não o resto da família, e busca uma fórmula de proteger o doente, sem perder a diversão? Ou todos se sacrificam pelo mesmo, afastando-se de toda e qualquer movimentação de euforia?

Na busca de soluções para esta questão, hoje existem algumas alternativas como: retiros espirituais ou religiosos durante todo o carnaval; pousadas em locais calmos; viagens; internações preventivas; contratação de acompanhantes terapêuticos; enfim, várias são as alternativas que infelizmente perdem feio para a grande oferta de “diversão” que seria pular o carnaval, gerando muitas vezes no dependente químico e em sua família uma grande frustração.

Para tanto é importante lembrar que o carnaval são apenas 4 dias, e a vida segue após este período, e que as consequências da falta de cuidado neste momento, pode resultar em grandes prejuízos, sejam materiais, financeiros ou moral e espiritual.

Mas com planejamento e preparação, os dias sem carnaval podem ser extremamente prazerosos, se forem realizados em comum acordo com todos, e se o desejo de viver melhor e em busca de dias melhores for a tônica desta família.

22050132_1469948206422881_200923568594108097_n

DANILO DELLA JUSTINA

Psicólogo – CRP/2070

Doutorando em Psicologia Social


Veja mais


33058668_1698427233578190_1909794535727169536_n

1º Seminário sobre Dependência Química que os olhos não Veem. Participe!!!

Informação: a chave da prevenção ao uso de drogas O alto consumo de drogas pelas crianças e adolescentes tem provocado um estado de alerta na sociedade. Órgãos públicos, a ...

Feliz dia das mães: Texto Danilo Della Justina

  São seis horas da manhã e meu telefone toca, atendo e do outro lado uma mãe aflita, porque seu filho ainda não voltou para casa. Ela sabe, que seu filho por ser usuário...

IMG-20180502-WA0059

Venha participar da sessão solidária do filme “Corrente do Bem”

Pensar na sociedade como sendo um lugar que pode gerar uma transformação tão grandiosa que ultrapasse os limites espaciais da vida de uma pessoa é algo que nos parece longe dem...

Bispo Filho

Bispo Filho é Administrador de Empresas e Estudante de Jornalismo.

Outros posts de Bispo Filho

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>