Diferenças sociais

No dia da criança, o jornalismo da TV voltou a evidenciar as diferenças sociais do país, com exemplos claros de tratamentos distintos para casos idênticos.
Louva-se o comportamento precoce de meninos e meninas, filhos de famosos cantores e atrizes, que enveredam pelo mundo da música ou da moda, trocando os momentos felizes das brincadeiras infantis por compromissos com horários e viagens, sendo por isso recompensadas financeiramente.
Esta mesma sociedade condena o trabalho infantil da criança que ajuda o pai e a mãe no corte de cana ou no descascar da macaxeira.
Estes meninos e meninas deviam estar na escola, dizem, esquecendo-se que na quase totalidade dos casos as escolas não existem ou não ensinam ou, pior de tudo, as crianças não têm condições de freqüentá-las.
Já aqueles, embora reúnam todas as condições, não são cobrados pela ausência à escola nem por conta do trabalho que realizam.
A diferença, no caso, seria o tamanho da remuneração?

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações